Negócios

9 empresas que apertaram o cinto de forma criativa na crise

Conheça as estratégias alternativas de nove grandes companhias para cortar custos e gerar receitas extras

Tesoura afiada (larryhw/ThinkStock)

Tesoura afiada (larryhw/ThinkStock)

Luísa Melo

Luísa Melo

Publicado em 15 de setembro de 2015 às 06h00.

Última atualização em 13 de setembro de 2016 às 14h32.

Acompanhe tudo sobre:AlimentaçãoAviaçãoBancosBB – Banco do BrasilCapitalização da PetrobrasCombustíveisComérciocompanhias-aereasCortes de custo empresariaisCrises em empresasEmpresasEmpresas abertasEmpresas americanasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEmpresas francesasEstatais brasileirasFast foodFleuryFranquiasgestao-de-negociosGol Linhas AéreasIndústria do petróleoMagazine LuizaMcDonald'sPão de AçúcarPetrobrasPetróleoRennerRestaurantesRiachueloServiçosSetor de saúdeSetor de transporteSupermercadosTAMTelhanorteVarejoVia Varejo

Mais de Negócios

Justiça aprova plano de recuperação extrajudicial da Casas Bahia

De pequena lanchonete à franquia bilionária: o que o sucesso do McDonald’s ensina aos empreendedores

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho

Executivos veem a inteligência artificial como um “divisor de águas”

Mais na Exame