Síria tomará medidas contra quem atacar embaixadas em seu território

Desde que a Liga Árabe decidiu suspender a participação da Síria na organização, várias delegações diplomáticas ocidentais e árabes foram atacadas

Cairo - O Ministério do Interior sírio advertiu que tomará as 'medidas legais necessárias' contra quem atacar ou invadir edifícios diplomáticos na Síria, informou nesta quinta-feira a agência de notícias oficial Sana.

O Ministério acrescentou que ordenou que a polícia tome precauções para evitar que qualquer pessoa alcance as sedes de embaixadas estrangeiras na Síria.

Estas medidas estão baseadas 'no compromisso da Síria com os acordos internacionais, especialmente com a Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas e Relações Consulares', afirmou a agência.

Desde que a Liga Árabe decidiu, no sábado passado, suspender a participação da Síria na organização, várias delegações diplomáticas ocidentais e árabes foram atacadas.

Entre as dependências consulares e diplomáticas atacadas nos últimos dias estão a da França, Turquia, Arábia Saudita, Catar, Marrocos e Emirados Árabes Unidos.

Na quarta, os ministros árabes de Relações Exteriores decidiram em Rabat dar um ultimato de três dias para que o regime de Damasco detenha a violência e acate o envio de observadores árabes a território sírio. EFE

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também