Santos afirma que há avanços para reunião sobre fronteira

O presidente da Colômbia disse que se produziram avanços com a Venezuela em relação aos direitos humanos de seus compatriotas nesse país

Bogotá - O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, disse nesta terça-feira que se produziram avanços com a Venezuela em relação aos direitos humanos de seus compatriotas nesse país, o que facilita uma reunião com seu colega Nicolás Maduro.

"Demos um passo importante para poder conseguir essa reunião entre o presidente Maduro e este servidor", assegurou Santos em uma visita a Paraguachón, ponto fronteiriço entre o departamento colombiano de La Guajira e o estado venezuelano de Zulia, fechado há uma semana por ordem de Maduro.

O presidente colombiano afirmou que está "atento às gestões" de mediação que fazem Equador e Uruguai "para ir preparando a possibilidade dessa reunião", que serviria para pôr fim à crise fronteiriça iniciada no último dia 19 de agosto.

Durante seu discurso, Santos reconheceu que "se veio avançando" nos últimos dias com a criação de um corredor humanitário para permitir que as crianças que vivem na região fronteiriça possam comparecer à escola.

Além disso, reconheceu que "já se começou a promover a unificação das famílias que foram separadas" pelo fechamento da fronteira.

Santos também disse que lhe informaram que "não se voltou a maltratar" os colombianos que vivem na Venezuela durante as expulsões.

O colombiano afirmou que isso é "também prioritário" já que "qualquer país tem direito a deportar um cidadão de outro país se está em forma ilegal em seu território e inclusive a fechar sua fronteira".

No entanto, ressaltou que "nenhum país tem direito a maltratar os cidadãos" de outra nação, "a violar seus direitos ou sua dignidade".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também