Sandy reduz ligeiramente seus ventos e tocará terra em 1h

Sandy perdeu suas características tropicais (derivadas de sua origem geográfica e de sua estrutura interna) e por isso agora é considerado um ciclone pós-tropical

Miami – O furacão Sandy reduziu ligeiramente nesta segunda-feira seus ventos máximos sustentados, até os 140 km/h, e espera-se que toque terra em menos de uma hora no litoral de Nova Jersey, segundo o Centro Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês).

Em um boletim especial emitido às 21h de Brasília, esse organismo detalhou que Sandy perdeu suas características tropicais (derivadas de sua origem geográfica e de sua estrutura interna) e por isso agora é considerado um ciclone pós-tropical.

A frente se encontra a 50 quilômetros a leste-nordeste de Cape May e cerca de 35 quilômetros ao sul de Atlantic City, ambas em Nova Jersey e avança rumo ao oeste-noroeste (300 graus) a 44 km/h.

Esta frente está provocando uma forte ressaca que alcançou os 3,7 metros em Kings Point (Nova York) e 2,3 metros em Sandy Hook (Nova Jersey).

‘Os níveis de água serão inclusive mais elevados quando subir a maré’, passadas as 20h locais (0h de Brasília), advertiu o NHC.

Os ventos de Sandy se notam cerca de 280 quilômetros de seu centro e os equivalentes aos de uma tempestade tropical podem ser registrados inclusive a 780 quilômetros de distância, o que explica que grande parte do litoral do nordeste dos EUA esteja notando a passagem deste furacão.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.