Recurso sobre sentença de Pistorius será julgado em dezembro

Audiência para julgar recurso apresentado contra a sentença dada ao atleta começará no dia 9 de dezembro

	Oscar Pistorius ouve sentença: Pistorius foi condenado a cinco anos de prisão
 (REUTERS/Herman Verwey/Pool)
Oscar Pistorius ouve sentença: Pistorius foi condenado a cinco anos de prisão (REUTERS/Herman Verwey/Pool)
D
Da RedaçãoPublicado em 10/11/2014 às 12:33.

Nairóbi - A audiência que julgará o recurso apresentado pelo Ministério Público (MP) contra a sentença e o veredicto dados ao atleta Oscar Pistorius começará no próximo dia 9 de dezembro, no Tribunal Superior de Pretória.

A data foi revelada pelo porta-voz do MP, Nathi Mncube, em comunicado divulgado pela agência de notícias sul-africana "SAPA". Os advogados de defesa, que se posicionaram contra a medida na última semana, já foram notificados da nova audiência.

No primeiro veredito, a juíza responsável pelo caso, Thokozile Masipa, aceitou a versão de Pistorius e considerou que ele não teve a intenção de matar.

O atleta disse que confundiu sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp, com um intruso e atirou contra a porta do banheiro de sua casa em Pretória. Os tiros acabaram atingindo Reeva.

Pistorius então foi condenado a cinco anos de prisão e está detido desde o dia 21 de outubro na prisão de Kgosi Mampuru II.

A acusação quer reverter a decisão e procura uma condenação por homicídio doloso, quando há intenção em matar. Segundo o Ministério Público, a juíza não deu a devida importância ao fato de Pistorius ter disparado quatro vez contra um "cubículo sem escapatória".

Os promotores pedem também a revisão da pena de cinco anos, que consideram "surpreendentemente inadequada", e lembram que, segundo a lei sul-africana, o atleta poderia conquistar a liberdade condicional em apenas 10 meses.

Pistorius, de 27 anos, que tem as duas pernas amputadas devido a um problema genético e corre sobre próteses de carbono, fez história ao se tornar o primeiro atleta a correr com próteses nos Jogos Olímpicos de Londres de 2012.