Papa pede garantias pelo bem do Reino Unido e UE após saída

Em seu avião pouco após deixar Roma para a Armênia, Francisco sugeriu que o resultado do referendo deve ser respeitado porque representa a vontade do povo

Roma - O papa Francisco disse nesta sexta-feira que a decisão britânica de deixar a União Europeia deve ser seguida por "garantias" pelo bem tanto do Reino Unido como de países do continente.

Falando a repórteres a bordo de seu avião pouco após deixar Roma para a capital da Armênia, Yerevan, Francisco sugeriu que o resultado do referendo deve ser respeitado porque representa a vontade do povo.

"Foi a vontade expressada pelo povo e isto requer uma grande responsabilidade por parte de todos nós para garantir o bem do povo do Reino Unido, assim como o bem e coexistência do continente europeu", disse. "Isto é o que espero", acrescentou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.