Pai de Le Pen critica postura da candidata em campanha eleitoral

Para ele, a candidata de extrema-direita deveria ter assumido uma posição "estilo Trump" e deveria ser "mais agressiva"
Jean-Marie Le Pen: os dois têm tido fortes desentendimentos nos últimos tempos (Getty/Getty Images)
Jean-Marie Le Pen: os dois têm tido fortes desentendimentos nos últimos tempos (Getty/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 25/04/2017 às 16:34.

Paris - Jean-Marie Le Pen criticou, hoje, em entrevista à rádio France Inter, o posicionamento de sua filha Marine Le Pen, candidata de extrema-direita, que irá disputar o segundo turnos nas eleições francesas.

Marine Le Pen é apenas a segunda candidata do partido Frente Nacional a alcançar o segundo turno nas eleições francesas, justamente depois do próprio pai. Jean-Marie é o fundador do partido e disse que acha a campanha de sua filha "muito tranquila".

Para ele, a candidata deveria ter assumido uma posição "estilo Trump" e deveria ser "mais agressiva contra aqueles que são responsáveis pela decadência do país".

A entrevista aconteceu poucos dias depois de Marine Le Pen anunciar que ela planeja se afastar da liderança do partido para se focar na campanha eleitoral.

Os dois têm tido fortes desentendimentos nos últimos tempos. Em 2015, ela expulsou o pai do partido, pois ele teria recusado de desistir das provocações antissemitas que estavam atrapalhando a tentativa dela de se tornar presidente da França e fazer o partido se tornar uma opção viável no jogo político.

Com 7,7 milhões de votos no primeiro turno, Le Pen, do partido Frente Nacional, de extrema-direita, irá enfrentar o político do Em Marcha!, de centro, Emmanuel Macron, pelo segundo turno das eleições francesas no dia 7 de maio. Fonte: Associated Press.