Mundo

Novas forças assumem papel de sustentação da economia industrial da China

As exportações industriais estão melhorando em qualidade, com um crescimento interanual de 61,6% nas exportações veículos de nova energia, baterias de íon-lítio e células solares, no primeiro semestre

Fábrica de smartphone em Ganzhou, na China (Zhu Haipeng/Getty Images)

Fábrica de smartphone em Ganzhou, na China (Zhu Haipeng/Getty Images)

China2Brazil
China2Brazil

Agência

Publicado em 20 de julho de 2023 às 18h42.

Neste ano, a economia industrial da China manteve o ímpeto de recuperação e desenvolvimento. De acordo com os dados do Escritório Nacional de Estatísticas, no primeiro semestre, o valor adicionado das indústrias de escala acima do limite cresceu 3,8% em relação ao mesmo período do ano anterior, acelerando 0,8 ponto percentual em relação ao primeiro trimestre. Em maio e junho, o crescimento interanual foi de 3,5% e 4,4%, respectivamente, mostrando uma tendência de recuperação mês a mês.

As exportações industriais estão melhorando em qualidade, com um crescimento interanual de 61,6% nas exportações veículos de nova energia, baterias de íon-lítio e células solares, no primeiro semestre. A margem de lucro das empresas tem melhorado gradualmente, com a redução contínua das quedas nos lucros nos últimos três meses e um crescimento interanual de 15,2% nos lucros do setor de fabricação de equipamentos em maio.

Os investimentos nas novas indústrias de energia continuam aumentando, com um crescimento interanual de 14,4% nos investimentos em fabricação de equipamentos no primeiro semestre. Os setores de fabricação de automóveis, máquinas elétricas e equipamentos apresentaram crescimentos interanuais de 20% e 38,9%, respectivamente.

Aceleração de manufatura inteligente

Aproveitando a plataforma de fabricação inteligente 4.0 da Wave Computing Haiyue, a China Railway Equipment está se transformando em uma fábrica digital, aumentando a eficiência de produção em 10% a 15%, reduzindo o ciclo de entrega de produtos em 5% a 10% e diminuindo os custos gerais em 3% a 5%. Até o momento, quase 8 mil fábricas digitais e inteligentes foram construídas em várias regiões. Essas fábricas modelo reduziram em média o ciclo de desenvolvimento de produtos em 20,7%, aumentaram a eficiência de produção em média 34,8%, reduziram a taxa média de produtos defeituosos em 27,4% e diminuíram em média 21,2% as emissões de carbono.

A China acelerará a implementação de políticas e apoiará ativamente as principais províncias industriais para desempenhar um papel de liderança, concentrando-se em empresas-chave na cadeia industrial e empresas especializadas em tecnologias avançadas e produtos inovadores, estabelecendo mecanismos de comunicação e resolução de problemas efetivos para impulsionar ainda mais o dinamismo das entidades econômicas.

Fonte: Xinhua News

Imagem principal: Guo Xulei/Xinhua

Acompanhe tudo sobre:ChinaIndústriaTecnologias limpasEnergia renovávelCarros elétricos

Mais de Mundo

Candidato à presidência denuncia 'prisão arbitrária' de assistentes na Venezuela

Pequeno município no leste da China desenvolve indústria panificadora bilionária

Após escândalo com PwC na China, KPMG e EY assumem auditorias no país

Biden viaja a Los Angeles para evento de arrecadação de fundos com celebridades

Mais na Exame