Mundo

Mirando corte de gastos, Milei faz primeira reunião ministerial nesta segunda

Na véspera, Milei assinou o seu primeiro decreto na Casa Rosada reduzindo o número de ministérios de 18 para nove

Na véspera, Milei assinou o seu primeiro decreto na Casa Rosada reduzindo o número de ministérios de 18 para nove (Divulgação: Tomas Cuesta / Correspondente autônomo/Getty Images)

Na véspera, Milei assinou o seu primeiro decreto na Casa Rosada reduzindo o número de ministérios de 18 para nove (Divulgação: Tomas Cuesta / Correspondente autônomo/Getty Images)

Publicado em 11 de dezembro de 2023 às 08h12.

Última atualização em 11 de dezembro de 2023 às 08h50.

O presidente da Argentina, Javier Milei, fará a sua primeira reunião ministerial nesta segunda-feira, 11. Segundo informações da assessoria do novo governo, todos os ministros devem participar do encontro. No domingo, 10, poucas horas depois de tomar posse como presidente, em Buenos Aires, Milei assinou o seu primeiro decreto na Casa Rosada, reduzindo o número de ministérios de 18 para nove.

De acordo com o texto, "é necessário adaptar as disposições da Lei de Ministérios e os objetivos estabelecidos com o objetivo de racionalizar e tornar mais eficientes as ações do Estado Nacional".

Veja o Gabinete reduzido de Milei

  • Ministério de Interior;
  • Ministério de Relações Exteriores;
  • Ministério do Capital Humano;
  • Ministério da Defesa;
  • Ministério da Economia;
  • Ministério de Infraestrutura;
  • Ministério da Justiça;
  • Ministério de Segurança;
  • Ministério da Saúde.

Ministérios que acabaram sob Milei

  • Educação;
  • Trabalho;
  • Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável;
  • Ciência, Tecnologia e Inovação;
  • Cultura;
  • Mulheres, Gênero e Diversidade;
  • Turismo;
  • Esporte;
  • Desenvolvimento Territorial e Habitacional.

As pastas que funcionarão a partir de agora são Segurança, a cargo da terceira colocada no pleito, Patricia Bullrich; Justiça, chefiado por Mariano Cuneo Libarona; Economia, sob comando de Luis Caputo; Relações Exteriores, com Diana Mondino à frente; Interior, chefiado por Guillermo Francos; Saúde, de Mario Russo; e Defesa, sob domínio de Luis Petri. E os recém-criados: Capital Humano, liderado por Sandra Pettovello, e Infraestrutura, de Guillermo Ferraro.

A inflação argentina

“Hoje começa uma nova era na Argentina”, afirmou Javier Milei em sua posse. Com um discurso marcado por críticas ao governo anterior, o novo presidente reforçou os problemas sociais que o país desenvolveu nos últimos anos na área de saúde, educação, segurança e principalmente na área econômica.

Acompanhe tudo sobre:Javier MileiArgentina

Mais de Mundo

Câmara baixa do Arizona aprova revogação de lei do século XIX que veta aborto em todos os casos

Premiê da Espanha enfrenta crise política após sua mulher ser investigada por corrupção

TikTok diz que recorrerá à Justiça após lei que pode proibi-lo nos EUA

EUA promete enviar ajuda militar à Ucrânia 'nas próximas horas'

Mais na Exame