Governo sírio diz ter matado 142 jihadistas de 18 países

Eles morreram quando combatiam com os rebeldes contra as forças de seguranças do regime de Assad

Damasco - As autoridades sírias fizeram uma lista de 142 jihadistas procedentes de 18 países, mortos quando combatiam com os insurgentes, em uma carta enviada à ONU, segundo o jornal sírio Al-Watan, próximo ao regime de Bashar al-Assad.

Entre eles figuram 47 sauditas, 24 líbios, 10 tunisianos, nove egípcios, seis catarianos, e cinco libaneses. Também há onze afegãos, cinco turcos, três chechenos, um chadiano e um azeri.

Esta lista enviada às Nações Unidas em meados de novembro fornece os nomes, a data e o local de morte de cada combatente.

"Em sua maior parte são jihadistas (islamitas radicais) que já pertenciam à Al Qaeda ou que aderiram à rede depois de chegarem à Síria", afirma este jornal, informando que os combatentes entraram na Síria a partir da Turquia ou do norte do Líbano.

O governo classifica de terrorismo a revolta lançada em março de 2011 contra o regime do presidente Bashar al-Assad, que tentou esmagá-la através da força, mas que agora encontra-se envolvido em um verdadeiro conflito. Damasco acusa Arábia Saudita, Qatar e Turquia de armar, financiar e dar refúgio aos rebeldes.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), que se baseia em uma rede de militantes e de fontes médicas civis e militares, mais de 40.000 pessoas morreram na Síria em 20 meses de violência.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.