Mundo

Governo brasileiro doa US$ 100 mil para Bahamas após furacão Dorian

Furacão deixou a ilha de Grande Bahama, que abriga 50 mil pessoas, 70% debaixo de água; Dorian também já chegou a costa dos EUA

Dorian: furacão atingiu a costa das ilhas das Bahamas com rajadas de vento que atingiram os 295 quilômetros por hora (International Federation of Red Cross and Red Crescent Societies/Reuters)

Dorian: furacão atingiu a costa das ilhas das Bahamas com rajadas de vento que atingiram os 295 quilômetros por hora (International Federation of Red Cross and Red Crescent Societies/Reuters)

AB

Agência Brasil

Publicado em 6 de setembro de 2019 às 11h59.

O governo federal manifestou pesar ao povo e ao governo das Bahamas, na América Central, pela perda de vidas e pela destruição causada com a passagem do furacão Dorian. Em nota divulgada nesta quinta-feira pelo Ministério das Relações Exteriores, o governo brasileiro anunciou que irá doar US$ 100 mil para assistência humanitária à região.

Na noite de quarta-feira (4), o Ministério da Saúde das Bahamas divulgou que são 20 os mortos pela passagem do furacão, e que com o início das buscas nas casas inundadas, o número de vítimas pode aumentar.

O governo brasileiro ressalta que a embaixada do país em Nassau está em estado de alerta para atender qualquer emergência envolvendo cidadãos brasileiros.

O furacão atingiu a costa das ilhas das Bahamas com rajadas de vento que atingiram os 295 quilômetros por hora e deixou a ilha de Grande Bahama, que abriga 50 mil pessoas, 70% debaixo de água. O furacão também já chegou a costa dos Estados Unidos.

Acompanhe tudo sobre:BahamasDesastres naturaisFuracões

Mais de Mundo

Avião da Delta faz pouso de emergência nos EUA depois de servir comida mofada

Biden retoma campanha sob pressão cada vez maior

Presidente israelense defende acordo com Hamas que liberte reféns em Gaza

Bolsonaro dá medalha de ‘imorrível, imbrochável e incomível’ a Milei

Mais na Exame