EUA não darão um dólar para salvar Europa, diz republicano

Mitt Romney diz que seu país precisa cuidar da própria crise e que não pode ajudar a UE

Milão - O candidato presidencial republicano Mitt Romney disse a um jornal italiano que a Europa tem de resolver a crise da dívida na zona do euro sem nenhuma ajuda dos Estados Unidos. "Os EUA têm de cuidar da própria crise, e não darão um dólar para salvar a Europa", afirmou ao jornal La Stampa.

Romney, ex-governador do Estado de Massachusetts, disse estar consciente de que um colapso na Europa teria "enorme repercussão" na economia mundial e que é do interesse dos EUA evitar isso.

"Mas não é nosso trabalho evitar isso. Os europeus têm a obrigação de resolver sua crise com os meios à sua disposição", declarou, segundo a edição desta terça-feira do La Stampa.

"Alemanha, França, Itália, todos têm os recursos para arcar com suas dívidas, resolver a crise de confiança, investir e começar a crescer novamente, e de modo ideal por meio de uma autêntica economia de mercado." Os republicanos do Estado de Iowa iniciam nesta terça-feira a votação nas primárias partidárias para escolher seu candidato à Casa Branca na eleição de 2012. Romney, Rick Santorum e Ron Paul estão empenhados na disputa para ser os escolhidos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.