Ban Ki-moon: ataques a manifestantes no Egito são 'inaceitáveis'

Secretário-geral da ONU também ofereceu ajuda para o país entrar em um processo de transição "ordenado e tranquilo"

Londres - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou categoricamente nesta quarta-feira os ataques contra manifestantes pacíficos no Egito, e qualificou as ações como "inaceitáveis".

Ban se referiu à crise egípcia em entrevista coletiva em conjunto com o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, após uma reunião em Londres.

"Peço mais uma vez contenção a todas as partes. Qualquer ataque contra manifestantes pacíficos é inaceitável, e o condeno nos termos mais duros", declarou o máximo representante da ONU.

Ban também ofereceu a ajuda da ONU ao Egito para um processo de transição "ordenado e tranquilo". Por sua vez, Cameron disse que, se for demonstrado que o regime egípcio tolerou de alguma maneira essa violência, "isso seria totalmente inaceitável".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também