Invest

Preço dos imóveis registra em 2021 a maior alta em sete anos

Segundo o índice FipeZap, o valor subiu 5,29% no ano passado. O aumento, no entanto, foi inferior à inflação

Imóveis em São Paulo: alta de preço foi registrada em 15 das 16 cidades monitoradas | Foto: Germano Lûders/EXAME (Germano Lûders/Exame)

Imóveis em São Paulo: alta de preço foi registrada em 15 das 16 cidades monitoradas | Foto: Germano Lûders/EXAME (Germano Lûders/Exame)

Marília Almeida

Marília Almeida

Publicado em 5 de janeiro de 2022 às 13h39.

Última atualização em 9 de janeiro de 2022 às 18h02.

O preço dos imóveis residenciais à venda no país encerrou 2021 com alta de 5,29%, segundo dados do Índice FipeZap, que monitora o valor médio de imóveis anunciados para venda em 16 capitais e 50 das maiores cidades do país. O valor avançou 0,48% em dezembro, uma desaceleração em relação ao mês anterior, que registrou alta de 0,53%.

O aumento ficou abaixo da inflação projetada para o ano passado, de 9,68%, segundo o último boletim Focus. Portanto, a alta nominal do índice se traduz em uma queda projetada de 3,66% em termos reais. O percentual exato será conhecido com a divulgação do IPCA oficial de dezembro e de 2021 no próximo dia 11.

Em dezembro, apenas Manaus apresentou recuo no preço dos imóveis (-1,14%). A alta no último mês do ano foi liderada por Maceió (2,17%), Florianópolis (1,56%), Curitiba (1,25%), Goiânia (1,13%) e Vitória (1,10%).

Em relação às capitais com maior representatividade no índice, São Paulo registrou alta de 0,36%, superando a variação no Rio de Janeiro (0,20%).

Preço médio de imóveis

Em dezembro, o preço médio de venda de imóveis residenciais no país foi de R$ 7.874 por metro quadrado.

Dentre as 16 capitais acompanhadas pelo índice, São Paulo apresentou o preço médio mais elevado no último mês (9.708 reais/m²), seguida pelo Rio de Janeiro (9.650 reais/m²) e por Brasília (8.788 reais/m²).

Já entre as capitais monitoradas com menor preço médio de venda estiveram: Campo Grande (4.569 reais/m²), João Pessoa (4.893 reais/m²) e Goiânia (5.114 reais/m²).

CidadeVariação em dezembro (em %)Variação em 2021 (em %)Preço médio (em reais)
Maceió2,1718,506.271
Florianópolis1,5615,748.582
Curitiba1,2515,417.518
Goiânia1,1313,705.114
Vitória1,1019,868.562
João Pessoa0,898,444.893
IGPM0,8717,78-
Campo Grande0,865,974.569
Fortaleza0,755,546.301
IPCA0,689,28-
Brasília0,519,268.788
Índice FipeZap0,485,297.874
Recife0,424,206.503
Porto Alegre0,375,546.386
São Paulo0,364,139.708
Belo Horizonte0,303,067.140
Salvador0,201,575.331
Rio de Janeiro0,202,169.650
Manaus-1,149,485.587

Aprenda como investir seu dinheiro para realizar o sonho da casa própria! Comece agora

Acompanhe tudo sobre:guia-de-imoveisImóveisindice-fipezaporcamento-pessoalplanejamento-financeiro-pessoalPreços de imóveisrenda-pessoal

Mais de Invest

Zuk quer dobrar de tamanho colocando leilão no radar dos compradores de imóveis

Itaú (ITUB4) anuncia novo pagamento de JCP; veja os valores

Payroll-bomba põe em xeque corte em setembro e mercado passa a ver apenas um corte do Fed em 2024

Bradesco (BBDC4) anuncia pagamento de R$ 4 bilhões em JCP aos acionistas

Mais na Exame