Marketing

Grupo Flamboyant anuncia rebranding em suas unidades de negócio

Estratégia, que é assinada pela agência Ana Couto, surge para enfatizar a conexão da marca com o mercado goiano

Grupo Flamboyant passa por rebrading (Divulgação/Grupo Flamboyant)

Grupo Flamboyant passa por rebrading (Divulgação/Grupo Flamboyant)

Juliana Pio
Juliana Pio

Editora-assistente de Marketing e Projetos Especiais

Publicado em 23 de abril de 2024 às 14h39.

Última atualização em 23 de abril de 2024 às 14h41.

O Grupo Flamboyant, reconhecido por atuar em segmentos como shopping, urbanismo e agropecuária no Centro-Oeste do Brasil, anuncia nesta terça-feira, 23, um novo posicionamento para as suas unidades de negócio.

O rebranding também marca a transição de liderança na família Louza para Alessandra Louza, Emmanuele Louza e Isadora Louza, que assumem as quatro unidades de negócio: Flamboyant Agropecuária, Flamboyant Shopping, Flamboyant Urbanismo e Flamboyant Instituto.

A estratégia é assinada pela agência Ana Couto e visa promover o propósito da marca, "Elevar para Evoluir, Envolver para Encantar”, além de destacar a sua conexão emocional com a região do Jardim Goiás.

Com diferentes formatos de empreendimentos e iniciativas de alto padrão da Flamboyant Urbanismo, o local concentra o metro quadrado mais valorizado da capital de Goiás. A região também abriga o Flamboyant Shopping, que reúne grifes de luxo nacionais e internacionais, alta gastronomia e entretenimento aliado a eventos proprietários.

De acordo com Emmanuele Louza, a visão vanguardista e de empreendedorismo na capital, contudo, data de 1906, a partir da Flamboyant Agropecuária, reconhecida por seus avanços no melhoramento genético da raça nelore mocho.

“Nossa história e valores estão profundamente enraizados na vida dos goianos e no cotidiano desta cidade”, diz a executiva, que ainda destaca o trabalho do Flamboyant Instituto, entidade que beneficia milhares de pessoas anualmente com projetos sociais, educativos, culturais e sustentáveis. “Acima de tudo, reforçamos o compromisso da empresa com o desenvolvimento urbano, ambiental, empreendedor, social e humano", complementa Alessandra Louza.

Segundo Isadora Louza, a concepção de branding é um primeiro passo. "Buscamos ir mais longe, revelando o Grupo Flamboyant protagonista em seu novo modelo de construção de valor para Goiás e de forma a ampliar nossa presença nacional e global.”

Processo de rebranding

Para o rebranding, o Grupo Flamboyant, juntamente com a agência Ana Couto, realizou uma série de entrevistas internas e externas, grupos focais e pesquisa quantitativa, para mergulhar a fundo na história e na cultura da companhia.

"Foram consideradas as percepções e as oportunidades em cada um dos negócios, desde o dinamismo do shopping ao desenvolvimento urbano, a vanguarda da agropecuária e as iniciativas do Flamboyant Instituto. Esse mergulho visita a essência do Grupo e a sua conexão íntima com Goiânia”, finaliza Aline Guedes, head de marketing Grupo Flamboyant.

Acompanhe tudo sobre:Shopping centersGoiâniaLuxo

Mais de Marketing

Lu, do Magalu, veste nova camisa do Corinthians em apoio à causa antirracista

Ela transformou networking em negócio e deve faturar R$ 100 milhões em 2024

Cannes Lions 2024: Unilever é premiada como Creative Marketer do ano

Como crescer uma marca? Estudo inédito indica 3 pilares essenciais para o marketing

Mais na Exame