Saem EQTL3 e ITUB4, entram CSAN3 e VIVA3: confira a carteira recomendada do BTG para janeiro

Analistas do BTG Pactual se dizem positivos com as ações brasileiras ao longo de 2024

BTG Pactual atualizou sua carteira de recomendações para janeiro; confira a lista (Divulgação: BTG Pactual)
BTG Pactual atualizou sua carteira de recomendações para janeiro; confira a lista (Divulgação: BTG Pactual)
Janize Colaço
Janize Colaço

Repórter de Invest

Publicado em 3 de janeiro de 2024 às 15h32.

Última atualização em 4 de janeiro de 2024 às 12h38.

O ano virou e o BTG Pactual (mesmo grupo controlador da EXAME) atualizou sua carteira recomendada de ações para janeiro. Entre os destaques, estão a saída dos papéis da Equatorial (EQTL3) e Itaú (ITUB4), e a entrada da Cosan (CSAN3) e Vivara (VIVA3) ao portfólio.

Em relatório, os analistas do banco se dizem positivos com as ações brasileiras. Isso porque a queda das taxas de juro, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, junto com valuations relativamente baratos, devem favorecer o desempenho dos papéis ao longo de 2024.

“As taxas mais baixas no Brasil podem atrair os investidores locais de volta às ações – apenas 9,7% de todo o dinheiro investido em fundos multimercado está investido em ações (vs. 15,2% no final de 2020)”, diz o relatório. Além disso, o BTG destaca que as ações no Ibovespa estão sendo negociadas a 10,7 vezes o preço sobre o lucro 12 meses à frente. 

Cosan (CSAN3) e Vivara (VIVA3) entram na carteira do BTG

Após a Cosan encerrar a maior parte de seus investimentos, os analistas do banco esperam que a companhia inicie seu processo de desalavancagem e retorno de caixa aos acionistas. Outros fatores que devem impulsionar esse movimento são os IPOs da Compass e da Moove.

Enquanto isso, a Raízen (RAIZ4), principal subsidiária da Cosan, é outra tese interessante para 2024, segundo o BTG. “Ela deverá se beneficiar de um mercado melhor para açúcar e etanol e de um cenário competitivo de distribuição de combustíveis mais racional, que provavelmente continuará favorecendo os grandes players.” 

ONDE INVESTIR EM 2024: Acesse o relatório gratuito com as melhores oportunidades para 2024 de acordo com o BTG Pactual

Outro setor que deve se destacar em um contexto de queda de juros locais é o varejo. Embora os analistas destaquem que a Lojas Renner (LREN3) seja a opção favorita, eles recomendam a exposição na Arezzo (ARZZ3) ou Vivara – sendo esta última quem efetivamente entrou na carteira recomendada

Segundo o relatório, a companhia se destaca como a maior varejista de joias no mercado brasileiro, que ainda é fragmentado, estando bem-posicionada para avançar mais. “A Vivara é nossa outra opção preferida no universo de varejistas discricionários, oferecendo proteção [por meio de sua exposição a famílias de renda mais alta, bem como pelo poder de sua marca/precificação], enquanto aproveita oportunidades de expansão [principalmente através da bandeira Life].”

Carteira recomendada para janeiro

Diante do cenário para 2024, os analistas do banco apontam para uma exposição a teses de financial deepening, varejistas, ações que apresentam um fluxo de caixa de longa duração e empresas alavancadas. 

Junto a isso, eles mantiveram exposição ao setor de petróleo e gás e ao minério de ferro, com Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3), mas eles alertam que podem reavaliar a recomendação a esses setores, “dependendo de como os mercados globais se comportam”.

Confira abaixo as ações recomendadas pelo BTG Pactual para janeiro:

Confira as últimas notícias de Invest:

Mais de Invest

Dólar volta a subir com tensões fiscais e expectativas nos mercados internacionais

Dividendos da Petrobras, Vibra, balanços, IPCA-15 e PCE: os assuntos que movem o mercado

Calendário de licenciamento de 2024: Detran-SP divulga datas para pagamento; veja

Mais na Exame