Acompanhe:

O número de milionários no mundo vai aumentar

A expectativa é que até 2026 a quantidade cresça em 40%, segundo o Credit Suisse

Uma das principais razões que dificultam o acúmulo de riqueza em países menos desenvolvidos é a falta de educação financeira dada para a população (Bloomberg/Bloomberg)

Uma das principais razões que dificultam o acúmulo de riqueza em países menos desenvolvidos é a falta de educação financeira dada para a população (Bloomberg/Bloomberg)

A
Academia do Universitário

6 de dezembro de 2022, 12h11

Um relatório produzido pelo Credit Suisse Research Institute em setembro deste ano prevê que haja aumento no número de pessoas consideradas milionárias ao redor do globo. A diretora global de economia e pesquisa do Credit Suisse, Nannette Hechler-Fayd’herbe, explica que a previsão do relatório aponta que, até 2024, a riqueza global por adulto ultrapasse o limite de US$ 100 mil e que o número de milionários ultrapasse 87 milhões nos próximos cinco anos.

​O aumento da riqueza previsto para ocorrer no cenário mundial contará também com uma mudança na distribuição da renda. Especialistas do banco suíço antecipam que países que representam uma parcela menor do PIB global duplicarão a sua presença entre aqueles com maior concentração de  milionários. “Os países de baixa e média renda representam atualmente 24% da riqueza, mas serão responsáveis ​​por 42% do crescimento da riqueza nos próximos cinco anos", explica o relatório produzido pelo banco.

Uma das principais razões que dificultam o acúmulo de riqueza em países menos desenvolvidos é a falta de educação financeira dada para a população. No Brasil, ao menos 80% dos indivíduos afirmam que não conseguem guardar dinheiro, de acordo com levantamento feito pelo Instituto Axxus, em parceria com a Unicamp e a Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin).

Para entender ainda mais sobre como o aumento na distribuição de riqueza no mundo poderá te influenciar e, ainda, sobre métodos que podem te ajudar a poupar, receba insights sobre o assunto e confira detalhes do tema no vídeo com Diego Cidade, CEO da Academia do Universitário, na coluna "A Nova Geração do RH".