Invest

Financiamento imobiliário: Caixa permitirá pagamento parcial durante a licença maternidade

O banco anunciou uma série de medidas voltadas para público feminino como redução de taxas de juros em linhas de crédito

Agências da Caixa são um dos locais onde é possível realizar o saque do auxílio emergencial (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Agências da Caixa são um dos locais onde é possível realizar o saque do auxílio emergencial (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 13 de setembro de 2022 às 15h47.

A Caixa anunciou uma série de medidas voltado para o público feminino, como redução de taxas de juros em linhas de crédito, pausa no pagamento das prestações de empréstimos em caso de maternidade ou adoção, isenção de tarifas, investimentos com rentabilidade diferenciada entre outros. O programa faz parte do Caixa Pra Elas, voltado exclusivamente para mulheres. De acordo com o banco, alguns benefícios já podem ser solicitados pelas clientes, já outros, entrarão em vigor até o final do mês.

Entre os benefícios disponibilizados para as mulheres estão desconto de 5% na taxa de juros na contratação na linha do CDC e de 10% de desconto na taxa de administração na contração de consórcio para veículos.

Além disso, o banco oferecerá isenção de três meses na cesta de serviços da conta corrente;  isenção no aluguel da maquininha para faturamentos a partir de R$ 100; LCI com rentabilidade de até 1 ponto percentual a mais do CDI;  Seguro Vida Mulher com isenção no pagamento em caso de câncer e indenização, em caso de câncer de mama, ovário e útero. Na contratação da Previdência Vida Mulher terá uma consulta ginecológica por ano e pagamento de R$ 50 mil em caso de nascimento de gêmeos ou mais filhos.

Até o final de setembro

Até o final do mês de setembro, o banco irá possibilitar que as mulheres poderão pausar no pagamento por quatro meses na linha Crédito Direto Caixa (CDC), nos contratos de renegociação e no Crédito Pessoal Energia Renovável. A condição será válida para casos de maternidade ou adoção.

Para o consignado, será oferecido desconto de até 2% sobre a taxa. No contrato de penhor, será oferecida taxa especial de 1,89% e, na renovação, o limite de até 100% do valor da garantia.

Nos contratos de financiamento imobiliário, a Caixa permitirá o pagamento parcial da prestação durante a licença maternidade – 75% da parcela por 6 meses, com incorporação do saldo devedor, se o contrato estiver inadimplente.

As gestantes serão beneficiadas com carência de até 6 meses para início do pagamento das prestações na concessão de crédito habitacional SBPE.  De acordo com a Caixa, esta ação terá caráter permanente.

Acompanhe tudo sobre:CaixaCréditoEmpréstimosfinanciamentos-pessoaisLicença-maternidadeMulheres

Mais de Invest

Posso deixar 100% dos meus bens para quem eu quiser em um testamento?

Quanto rende R$ 50 mil na poupança? E em outros investimentos?

O que é melhor: testamento ou doação em vida?

Quanto rende R$ 1 milhão a 120% do CDI?

Mais na Exame