Acompanhe:

Ter o primeiro carro é o sonho de muitos brasileiros. E realizar esse sonho não é uma tarefa simples. Carros custam caro, e ainda incidem taxas e impostos que deixam o preço lá em cima. Mas existe um jeito de colocar isso em prática de uma forma que cabe no seu bolso.   

O Feirão PAN Mobiauto é um evento de financiamento de veículos que acontece na plataforma digital da Mobiauto. O evento oferece taxas especiais a partir de 1,18% em todas as lojas do Brasil, além da possibilidade de adiar a primeira parcela do financiamento em até 90 dias.

O evento é uma ótima oportunidade para quem está pensando em trocar de carro ou moto. As taxas especiais são muito atraentes e a possibilidade de adiar a primeira parcela é uma vantagem para quem precisa de tempo para organizar a vida financeira.

Para aproveitar o feirão, basta acessar o site da Mobiauto e fazer uma simulação. Ela é gratuita e não compromete o crédito.

O Feirão PAN Mobiauto acontece apenas até o final de novembro de 2023. Portanto, quem está interessado deve se apressar para não perder essa oportunidade.

Aqui estão algumas dicas para aproveitar o Feirão PAN Mobiauto:

  • Faça uma simulação antes de ir à loja. Assim, você terá uma ideia das taxas e condições de financiamento disponíveis.
  • Compare as ofertas de diferentes lojas. Não se limite a uma única, pois você pode encontrar melhores condições em outro lugar.
  • Leia atentamente o contrato de financiamento antes de assinar. Certifique-se de entender todas as condições do empréstimo.

Quais são os principais impostos que incidem na hora de comprar um carro?

A compra de um carro no Brasil é um investimento a se considerar, e os impostos são um dos principais fatores que contribuem para o alto preço dos veículos.

Os principais impostos incidentes na compra de carros são:

  • ICMS: imposto estadual, alíquota varia de estado para estado.
  • IPI: imposto federal, calculado de acordo com a potência do motor e a origem do carro.
  • COFINS: imposto federal, alíquota de 7,6%.
  • PIS: imposto federal, alíquota de 1,65%.

O ICMS é o tributo que tem o maior peso no preço final dos carros, representando de 30% a 48,6% do valor total. O IPI também é importante, representando de 5% a 35% do montante. Os impostos federais, COFINS e PIS, representam de 3% a 10% do preço final.

O peso dos impostos nos preços dos carros é ainda maior para os veículos importados. Nesses casos, os impostos podem ultrapassar a marca de 60% do valor final.

Além dos impostos, outros fatores também contribuem para o alto preço dos carros, como:

  • Custo de produção: inclui a mão de obra, os materiais e a tecnologia.
  • Logística: inclui o transporte dos carros das fábricas até as concessionárias.
  • Preço dos combustíveis: é um fator que influencia o custo de produção e o preço final do carro.
  • Infraestrutura: a falta de infraestrutura, como estradas e rodovias boas, também encarece o custo dos carros.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
96% dos estagiários consideram a experiência fundamental para o desenvolvimento profissional
seloApresentado por CIEE

96% dos estagiários consideram a experiência fundamental para o desenvolvimento profissional

Há 3 horas

Ricardo Bellino leva líderes empresariais ao mosteiro Zen para aprender nova abordagem de liderança
seloApresentado por SCHOOL OF LIFE

Ricardo Bellino leva líderes empresariais ao mosteiro Zen para aprender nova abordagem de liderança

Há 2 dias

Em expansão no Brasil, Globant é classificada como marca de TI com crescimento mais rápido do mundo
seloApresentado por GLOBANT

Em expansão no Brasil, Globant é classificada como marca de TI com crescimento mais rápido do mundo

Há 6 dias

Com normas, certificações e ensaios a NSF fortalece sua operação no Brasil
seloApresentado por NSF

Com normas, certificações e ensaios a NSF fortalece sua operação no Brasil

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais