Acompanhe:

O golpe do boleto representa uma ameaça para a segurança financeira e pessoal dos consumidores. Neste contexto, fraudadores habilidosos utilizam diversas estratégias para emitir boletos falsos, muitas vezes alterando dados bancários dos beneficiários. 

Mas, como funciona o modus operandi desses golpes? Consultamos especialistas em direito digital e planejamento financeiro que trouxeram insights valiosos para você adotar medidas seguras diante da preocupação. 

Como funciona o golpe do boleto

O golpe do boleto é uma prática criminosa sofisticada em que fraudadores emitem boletos falsos, frequentemente alterando os dados bancários do beneficiário, explica Saula Diniz, advogada especialista em direito digital e empresarial com expertise em negócios, inovação, pós-graduada pela Anhembi-Morumbi. 

Esses boletos fraudulentos são enviados às vítimas por meio de e-mails ou sites falsos que imitam instituições legítimas. Os golpistas utilizam diversas artimanhas, como a criação de boletos de doações fictícias ou solicitações de pagamento por serviços não prestados. 

Os fraudadores também podem interceptar e-mails contendo boletos originais, substituindo-os por boletos falsos, diz Taís Magalhães, planejadora financeira da SuperRico. 

Os golpes também podem ocorrer por meio de sites falsos que se assemelham aos sites de empresas legítimas, seguidos de comunicação via WhatsApp. 

Como se proteger

É necessário ter práticas de segurança online rigorosas. “Verificar cuidadosamente a autenticidade dos boletos recebidos é fundamental, conferindo os dados do beneficiário, valores e demais informações”, lembra Saula Diniz. A utilização de meios de comunicação oficiais, como contatos telefônicos registrados no site da empresa, também é uma medida eficaz para confirmar a legitimidade do boleto.

A organização desempenha um papel crucial na estratégia de proteção. Manter um orçamento organizado permite antever os boletos a serem pagos, reduzindo as chances de surpresas desagradáveis com boletos desconhecidos que possam ser fraudulentos. Além disso, uma boa gestão financeira indica se há realmente algum pagamento pendente.

Para aumentar a segurança, concentrar os pagamentos no cartão de crédito é uma prática recomendada, pois apenas a empresa legítima poderá realizar cobranças via esse meio. Ao realizar compras online, optar pelo pagamento por Pix em vez de boletos também é aconselhável, mas é essencial verificar cuidadosamente os dados do Pix, principalmente o CNPJ, antes de concluir a transação, explica Taís Magalhães.

O Débito Direto Autorizado (DDA) é outra opção fornecida pelos bancos para visualização de boletos emitidos em sua conta bancária, facilitando o pagamento sem a necessidade de leitura de código de barras. Vale ressaltar que o débito automático pode ser uma excelente proteção, pois requer autorização expressa do titular da conta.

Para garantir a autenticidade do boleto, é fundamental reconhecer os dados que confirmam sua legitimidade, como o nome do emissor (que deve corresponder à empresa emissora, por exemplo, VIVO) e o CNPJ do beneficiário. O site da Receita Federal pode ser utilizado para verificar a validade do CNPJ. Além disso, comparar os dados do boleto com os dados lidos no aplicativo do banco é uma etapa adicional de verificação, proporcionando uma camada extra de segurança.

Como manter o celular seguro?

“Recomendo o uso de senhas fortes, a ativação da autenticação em dois fatores sempre que possível e a instalação de aplicativos apenas de fontes confiáveis, como lojas oficiais, afirma Saula Diniz. “A verificação em duas etapas para aplicativos com dados sensíveis é agora uma prática obrigatória. Sempre tenha mais de uma camada de proteção e utilize senhas robustas para acessar aplicativos sensíveis”.

Além disso, é fundamental manter o sistema operacional e os aplicativos atualizados para corrigir vulnerabilidades conhecidas. Evite clicar em links suspeitos, especialmente em mensagens de e-mail ou SMS, e esteja atento a atividades incomuns em seu dispositivo. Se possível, reserve operações bancárias para serem realizadas apenas em ambientes seguros, como em casa, utilizando dispositivos que permaneçam exclusivamente no ambiente doméstico.

Outra prática que algumas pessoas adotam para reforçar a segurança é o uso de aplicativos que "escondem" aplicativos bancários no celular, exigindo uma senha para visualizá-los e acessá-los, diz Taís Magalhães. Ao seguir essas recomendações e incorporar camadas adicionais de proteção, você contribui significativamente para a segurança de suas informações e atividades online.

Quais as consequências de cair nesse golpe?

Cair no golpe do boleto falso é uma situação que pode acarretar sérias consequências financeiras e legais. Financeiramente, a vítima corre o risco de perder os valores pagos no boleto fraudulento, enfrentando possíveis dificuldades para recuperar esses fundos. Além disso, há a ameaça de ter informações pessoais e bancárias comprometidas, o que pode resultar em casos de roubo de identidade.

Do ponto de vista legal, explica Saula Diniz, é aconselhável buscar a orientação de um advogado especializado em direito digital. Esse profissional pode oferecer suporte para explorar as opções disponíveis, responsabilizando os criminosos envolvidos e buscando reparação pelos danos sofridos.

Ao cair no golpe do boleto falso, as chances de recuperar o pagamento feito são mínimas, para não dizer inexistentes, diz Taís Magalhães. Caso o boleto seja, de fato, devido, a frustração se soma ao débito que ficará em aberto, podendo resultar no bloqueio do fornecimento de serviços. 

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Calendário abono salarial PIS/Pasep 2024 é divulgado; veja datas de pagamento
seloMinhas Finanças

Calendário abono salarial PIS/Pasep 2024 é divulgado; veja datas de pagamento

Há 6 horas

Como consultar o abono salarial do PIS/Pasep 2024? Confira
seloMinhas Finanças

Como consultar o abono salarial do PIS/Pasep 2024? Confira

Há 6 horas

PIS 2024: quem trabalhou em 2023 tem direito ao abono salarial este ano?
seloMinhas Finanças

PIS 2024: quem trabalhou em 2023 tem direito ao abono salarial este ano?

Há 7 horas

INSS 2024: Começa a pagar aposentados e pensionistas amanhã; veja calendário
seloMinhas Finanças

INSS 2024: Começa a pagar aposentados e pensionistas amanhã; veja calendário

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais