Acompanhe:

Auxílio emergencial: 200 mil beneficiários foram incluídos no programa

Os novos beneficiários receberão a primeira parcela do auxílio emergencial no dia 15 de abril

Auxílio emergencial: todos os beneficiários receberão o crédito na conta poupança digital no Caixa Tem (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Auxílio emergencial: todos os beneficiários receberão o crédito na conta poupança digital no Caixa Tem (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

K
Karla Mamona

9 de abril de 2021, 10h05

A Caixa informou que mais de 200 mil pessoas foram aprovadas para receber o novo auxílio emergencial. A informação foi divulgada por Pedro Guimarães, presidente do banco, na última quinta-feira, 8. 

Segundo Guimarães, este grupo de beneficiários estavam com os dados “em processamento” e receberão a primeira parcela no dia 15 de abril. “40 milhões de pessoas foram aprovadas no primeiro grupo. Vários outros grupos estão sendo analisados. Normalmente, realiza esta aprovação em grupo. Nesta manhã [quinta-feira], foram 200 mil pessoas”, disse Guimarães no programa “Encontro” da rede Globo. 

Guimarães disse ainda que a Caixa seguirá o mesmo calendário do ano passado, por mês de nascimento. No dia 15 de abril, o banco pagará os beneficiários nascidos em maio e neste caso, os novos aprovados nascidos em janeiro, fevereiro, março, abril e maio. Todos receberão o crédito na conta poupança digital no Caixa Tem.  

O Ministério da Cidadania liberou a consulta ao primeiro lote de aprovados para receber o auxílio emergencial 2021 na última semana. O processamento do primeiro lote foi finalizado no dia 30 de março. As pessoas que forem consideradas inelegíveis têm dez dias corridos para contestações. O prazo segue até a próxima segunda-feira, dia 12.

Para aqueles que já fizeram a contestação e o pedido está “em processamento”, o Ministério da Cidadania explicou que a nova avaliação está sendo realizada a partir das informações mais recentes disponíveis nas bases de dados governamentais. O ministério não detalhou sobre o prazo para a análise das informações e consequente aprovação ou não do benefício e afirmou que as informações serão disponibilizadas nos próximos dias. 

O auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. O valor médio do benefício será de R$ 250, variando de R$ 150 a R$ 375, a depender do perfil do beneficiário e da composição de cada família.