Acompanhe:

Após pausa, Caixa permite pagamento parcial da prestação da casa

Clientes podem escolher entre pagar 75% do valor integral da parcela por 6 meses, ou 50% do valor por 3 meses

Valor não pago durante suspensão parcial será incorporado ao saldo devedor do contrato e diluído no prazo remanescente (Leandro Fonseca/Exame)

Valor não pago durante suspensão parcial será incorporado ao saldo devedor do contrato e diluído no prazo remanescente (Leandro Fonseca/Exame)

M
Marília Almeida

20 de outubro de 2020, 14h17

Após a pausa de seis meses no pagamento do financiamento do imóvel por causa da pandemia, a Caixa anuncia o pagamento parcial das prestações aos clientes que ainda precisam de apoio para quitar os valores.

A nova alternativa permite retomar os pagamentos de forma gradual. Os clientes poderão realizar, por um período, o pagamento de parte da prestação. O cliente poderá optar pelo pagamento de 75% do valor integral da parcela, por seis meses, ou 50% do valor, por um período de três meses.

A nova medida não se trata de pausa emergencial nas prestações dos contratos habitacionais, possibilidade que foi ofertada pelo banco durante seis meses, e encerrou no dia 29 de setembro.

Também não quer dizer desconto ou redução da prestação, mas sim uma possibilidade de pagamento parcial por período delimitado.

O valor não pago durante a vigência da negociação pelo pagamento parcial, de acordo com o percentual escolhido, será incorporado ao saldo devedor do contrato e diluído no prazo remanescente. O contrato não está isento da incidência de juros remuneratórios, seguros e taxas. Mas a taxa de juro e o prazo contratados inicialmente não sofrem alteração.

Para solicitar a alternativa de pagamento parcial, basta o cliente acessar o aplicativo Habitação, disponível para os sistemas operacionais Android e IOS. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente.

Para contratos em atraso, há também a opção de atendimento pelo WhatsApp (0800 726 0104), opção 3