Acompanhe:

Vendas do varejo crescem 6,9% na Black Friday, segundo Cielo

Vendas no e-commerce subiram 21,1%, mas setor de eletrodomésticos registrou queda de faturamento frente à Black Friday de 2021

Maquininha da Cielo: vendas físicas cresceram 5,4% (Reuters/Reuters)

Maquininha da Cielo: vendas físicas cresceram 5,4% (Reuters/Reuters)

D
Da Redação

Publicado em 28 de novembro de 2022, 08h46.

Última atualização em 28 de novembro de 2022, 09h56.

As vendas do varejo cresceram 6,9% na Black Friday frente a mesma data do ano passado, segundo o Índice Cielo de Varejo Ampliado (ICVA). Os dados divulgados nesta segunda-feira, 28, mostraram alta de 21,1% no e-commerce e 5,4% no varejo físico. As vendas gerais, no entanto, tiveram queda de 2,8% em relação à Black Friday de 2019, antes da pandemia.

Os números são referentes apenas às sextas-feiras em que as Black Fridays foram realizadas.

A região Sul foi a que apresentou maior expansão do faturamento na Black Friday, com crescimento de 18,4% no Rio Grande do Sul, 13% em Santa Catarina e 11% no Paraná. Na região sudeste, as vendas saltaram 6,5%, com alta de 8,6% em Minas Gerais, 7,4% em São Paulo e 3,3% no Rio de Janeiro.

O pior desempenho da Black Friday ficou com a região Norte, onde as vendas caíram 2,9%, com baixa de 16% em Roraima. No Centro-Oeste, as vendas subiram 3,5% e no Nordeste, tiveram alta de 0,2%.

Veja descontos, dicas e outros conteúdos publicados pela EXAME sobre a Black Friday 2022!

O segmento de Drogarias e Farmácia registrou o maior crescimento de vendas, segundo o ICVA, com alta de 25,9%. Turismo e Transporte e Cosméticos e Higiene Pessoal saltram 25,1% e 22,2%, respectivamente. As vendas do setor de Vestuário cresceram 11,1% na Black Friday, Bares e Restaurantes, 18,6% e Livraria e afins, 9,4%.

O único que apresentou queda foi o de Móveis, Elerodomésticos e Departamento, que teve faturamento 3,6% abaixo do registrado na Black Friday de 2021.

Para Vitor Levi, superintendente de dados e inovação da Cielo, a queda de vendas do setor de eletrodomésticos pode estar associadas às promoções antecipadas ao longo do mês de novembro, inlcuindo a venda de televisores para a Copa do Mundo, iniciada antes da Black Friday.