Vale (VALE3) vai fornecer níquel para baterias da Tesla (TSLA34)

Segundo a Vale, esse acordo faz parte da estratégia de aumentar a exposição na indústria de veículos elétricos.
 (Washington Alves/Reuters)
(Washington Alves/Reuters)
Por Carlo CautiPublicado em 06/05/2022 18:39 | Última atualização em 06/05/2022 20:06Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Vale (VALE3) vai fornecer níquel para as baterias dos carros elétricos da Tesla (TSLA34).

A informação foi confirmada nesta sexta-feira (6) pela Vale.

Segundo a mineradora, esse acordo faz parte da estratégia de aumentar a exposição na indústria de veículos elétricos.

O objetivo é alcançar uma participação entre 30% a 40%.

Atualmente, somente 5% do níquel produzido pela vale é destinado a esse mercado.

A Vale quer também se consolidar como maior produtor de níquel na América do Norte.

A Tesla publicou o acordo no relatório anual divulgado nesta sexta.

Acordo "secreto" entre Vale (VALE3) e Tesla (TSLA34)

A informação sobre um suposto "acordo secreto" entre Vale e Tesla para o fornecimento de níquel para as baterias já tinha sido divulgada no final de março.

A invasão da Ucrânia pela Rússia aumentou a preocupação das fabricantes de veículos elétricos com o fornecimento de níquel, é um mineral fundamental para as baterias desses carros.

A Rússia é uma das maiores produtoras mundiais do mineral, extraindo 17% do total do níquel do mundo, e as sanções internacionais afetaram a exportação do país.

A demanda de níquel para fabricação de baterias deve saltar de 400.745 toneladas neste ano para 1,5 milhão de toneladas em 2030.

Desde o início da invasão à Ucrânia em 24 de fevereiro, o preço do níquel disparou na bolsa de metais de Londres.

Níquel mais puro

No acordo assinado com a Tesla, a Vale vai fornecer níquel Classe 1, que tem o maior teor de pureza e baixa emissão de carbono, extraído pela mineradora brasileira no Canadá.

A Vale não informou quais valores são envolvidos nessa transação, mas salientou como o contrato é de "longo prazo".

Em nota, a vice-presidente executiva de metais básicos da Vale, Deshnee Naidoo, salientou como "esse acordo reflete um compromisso compartilhado com sustentabilidade e mostra muito claramente que somos o fornecedor preferencial para produtos de níquel de baixa emissão de carbono e alta pureza, essenciais para baterias de longo alcance".