Invest

Petrobras: conselho aprova pagamento de dividendos de R$ 13,5 bi aos acionistas

O montante veio 45,5% abaixo dos dividendos de R$ 24,7 bilhões relativos a igual período do ano passado

Dividendos: Em 2023, a Petrobras distribuiu R$ 94,4 bilhões (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Dividendos: Em 2023, a Petrobras distribuiu R$ 94,4 bilhões (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 13 de maio de 2024 às 22h49.

Última atualização em 13 de maio de 2024 às 22h49.

Tudo sobrePetrobras
Saiba mais

O conselho de administração da Petrobras aprovou nesta segunda-feira, 13, o pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) da ordem de R$ 13,45 bilhões relativos ao resultado do primeiro trimestre de 2024. O provento equivale a uma remuneração de R$ 1,04 por ação ordinária e preferencial. O pagamento será feito em duas parcelas iguais de R$ 0,52 por ação em 20 de agosto e, depois, em 20 de setembro.

Petrobras: lucro líquido no 1º trimestre cai 37,9% para R$ 23,7 bilhões

O montante veio 45,5% abaixo dos dividendos de R$ 24,7 bilhões relativos a igual período do ano passado. A redução está ligada não só a um balanço menor, mas, também, à mudança na fórmula de cálculo dos dividendos, que caiu de 60% para 45% do fluxo de caixa livre, implementada em julho de 2023.

Apesar da redução, a regularidade dos dividendos da Petrobras sob o governo Lula vinha surpreendendo positivamente o mercado com valorização do papel, à exceção dos dias que se seguiram à retenção dos dividendos extraordinários de 2023, decisão revertida em assembleia de acionistas no fim de abril.

União

Dona de 36,6% do capital da empresa, via Tesouro, Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e seu braço de participações, o BNDESPar, a União vai ficar com R$ 4,92 bilhões dos dividendos aprovados nesse primeiro trimestre de 2024.

Em 2022, a União ficou com cerca de R$ 79 bilhões do total de R$ 215,7 bilhões distribuídos a acionistas relativos àquele exercício.

Dividendos anteriores

Em 2023, a Petrobras distribuiu R$ 94,4 bilhões, o que inclui R$ 72,4 de proventos ordinários e mais R$ 22 bilhões extraordinários, metade do valor apurado. A outra metade, informou a empresa, está em reserva de remuneração e pode ser distribuída em parcelas até o fim deste ano. Em 2022, foram R$ 215,7 bilhões distribuídos a acionistas relativos ao exercício daquele ano

Acompanhe tudo sobre:Petrobras

Mais de Invest

Ibovespa opera em leve alta, mas ainda na casa dos 119 mil pontos com temor fiscal em foco

Abono salarial PIS/Pasep 2024: veja calendário de pagamento

‘Imposto das blusinhas’ pode virar lei; o jogo muda para o investidor?

Tesla (TSLA34) sobe mais de 6% após Musk dizer que está próximo de vitória em pagamento de US$ 56 bi

Mais na Exame