Acompanhe:

Os resultados financeiros da maioria das Big Tech no terceiro trimestre foram divulgados, e o grupo entregou lucros ainda maiores do que Wall Street previa. Mas perspectivas de repetir essas performances no quarto trimestre se enfraqueceram. Apple, Alphabet (do Google), Meta (do Facebook e Instagram) e Tesla deram motivos aos investidores para acenderem um sinal de alerta sobre o crescimento de vendas. Desde a perspectiva modesta da Apple para o período de festas até os resultados mornos de vendas de computação em nuvem da Alphabet, controladora do Google, um tema recorrente para esse grupo nos comunicados foi: cautela.

A Meta alertou que o próximo ano está parecendo menos previsível, enquanto a Tesla levantou preocupações de que a demanda por carros elétricos esteja começando a enfraquecer.

Apple amplia lucro para US$ 22,96 bilhões, mas registra queda na receita no quarto trimestre

Isso está gerando ansiedade entre os investidores, mesmo enquanto o Índice de Ações Nasdaq 100 subiu na semana passada, com alta de 6,5%, registrando a melhor semana em um ano.

Empresas de tecnologia em "terreno instável"

As ações de tecnologia agora estão em terreno instável. As sete maiores ações de tecnologia caíram em média cerca de 9% em relação às máximas de 52 semanas. A Apple sozinha perdeu mais de US$ 300 bilhões em valor de mercado.

A queda nas ações fez com que os valuations ficassem mais baratos, mas ainda são altos e, com o crescimento futuro menos certo, os investidores estão relutantes em pagar caro pelas ações. As ações das sete maiores empresas do índice S&P 500 têm uma média de 31 vezes os lucros projetados, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.

Para Keith Lerner, co-chefe de investimentos da Truist Advisory Services, a pressão sobre a Big Tech é um sinal de que a correção no S&P 500 está perto de se esgotar, preparando o terreno para um desempenho superior nos últimos dois meses do ano, que costumam ser um bom momento para as ações.

"Estamos em um período sazonal melhor para o mercado, com taxas se estabilizando, dados econômicos mistos e notícias otimistas sobre a inteligência artificial", disse ele. "Com muitos investidores com desempenho inferior, em parte por terem perdido a alta tecnologia no início deste ano, acreditamos que poderíamos ver alguns investidores correndo atrás da tecnologia até o final do ano com medo de ficarem para trás."

Melhor semana de 2023

Após três meses seguidos de queda no S&P 500, o índice registrou sua melhor semana de 2023 depois que o Federal Reserve sinalizou na quarta-feira que o aumento nas taxas de juros de longo prazo reduzirá o ímpeto para elevar as taxas de juros novamente.

"Tudo pode mudar em um piscar de olhos se houver uma agitação econômica ou geopolítica, o que afetaria diretamente as ações em geral que não estão descontando os perigos inerentes de um mercado concentrado em empresas de tecnologia", disse Max Wasserman, gerente de portfólio sênior da Miramar Capital. "Portanto, seja cauteloso".

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Apple desiste de fabricar carros elétricos após 10 anos de pesquisa
Tecnologia

Apple desiste de fabricar carros elétricos após 10 anos de pesquisa

Há 3 horas

Apple estuda adicionar câmeras em AirPods e desenvolver óculos e anel smart
Tecnologia

Apple estuda adicionar câmeras em AirPods e desenvolver óculos e anel smart

Há 2 dias

Por que o Apple Vision Pro é tão caro?
Tecnologia

Por que o Apple Vision Pro é tão caro?

Há 2 dias

Esta empresa de robôs humanóides conquistou OpenAI, Nvidia e Microsoft
Tecnologia

Esta empresa de robôs humanóides conquistou OpenAI, Nvidia e Microsoft

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais