• AALR3 R$ 20,13 0.35
  • AAPL34 R$ 69,17 -1.04
  • ABCB4 R$ 16,79 1.08
  • ABEV3 R$ 14,17 -0.35
  • AERI3 R$ 3,79 0.26
  • AESB3 R$ 10,73 0.47
  • AGRO3 R$ 31,21 1.93
  • ALPA4 R$ 21,10 0.76
  • ALSO3 R$ 19,69 1.76
  • ALUP11 R$ 26,52 0.45
  • AMAR3 R$ 2,40 2.13
  • AMBP3 R$ 30,92 -0.87
  • AMER3 R$ 23,19 1.05
  • AMZO34 R$ 68,24 0.83
  • ANIM3 R$ 5,59 0.90
  • ARZZ3 R$ 81,93 0.10
  • ASAI3 R$ 15,42 0.13
  • AZUL4 R$ 21,20 -0.14
  • B3SA3 R$ 11,64 0.78
  • BBAS3 R$ 35,74 -0.47
  • AALR3 R$ 20,13 0.35
  • AAPL34 R$ 69,17 -1.04
  • ABCB4 R$ 16,79 1.08
  • ABEV3 R$ 14,17 -0.35
  • AERI3 R$ 3,79 0.26
  • AESB3 R$ 10,73 0.47
  • AGRO3 R$ 31,21 1.93
  • ALPA4 R$ 21,10 0.76
  • ALSO3 R$ 19,69 1.76
  • ALUP11 R$ 26,52 0.45
  • AMAR3 R$ 2,40 2.13
  • AMBP3 R$ 30,92 -0.87
  • AMER3 R$ 23,19 1.05
  • AMZO34 R$ 68,24 0.83
  • ANIM3 R$ 5,59 0.90
  • ARZZ3 R$ 81,93 0.10
  • ASAI3 R$ 15,42 0.13
  • AZUL4 R$ 21,20 -0.14
  • B3SA3 R$ 11,64 0.78
  • BBAS3 R$ 35,74 -0.47
Abra sua conta no BTG

Opep+ entra em acordo para aumentar produção de petróleo

Com aumento da demanda, produtores concordaram em retomar produção aos níveis pré-pandemia até 2022
Grupo irá aumentar a produção para 400 mil barris por dia até o final de 2022 e suspender cortes (Reuters/Shannon Stapleton)
Grupo irá aumentar a produção para 400 mil barris por dia até o final de 2022 e suspender cortes (Reuters/Shannon Stapleton)
Por RedaçãoPublicado em 18/07/2021 10:57 | Última atualização em 18/07/2021 11:16Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados, liderados pela Rússia, entraram em um acordo para aumentar a produção de petróleo em milhares de barris nos próximos dois anos, segundo matéria publicada pelo Wall Street Journal neste domingo, 18.

O grupo concordou em produzir mais 400 mil barris por dia, a cada mês a partir de agosto até o final de 2022.

Dessa forma, os produtores se comprometeram a suspender todos os cortes na produção que haviam feito desde o início da pandemia da covid-19. Isso acontece ante a demanda maior pelo óleo, à medida em que as economias desenvolvidas reabrem suas economias.

O acordo foi firmado mesmo diante de incertezas que ainda pairam sobre a velocidade da retomada da economia global. Isso porque muitos países desenvolvidos, nos quais a demanda atingiu o recorde desde o início da pandemia, ainda lutam para controlar novos casos de covid-19.

Veja Também

Gasolina sobe em maio e atinge R$ 7,55; etanol alcança R$ 6,15
Minhas Finanças
Há 3 horas • 3 min de leitura

Gasolina sobe em maio e atinge R$ 7,55; etanol alcança R$ 6,15

Metaverso: Por onde começar?
Future of Money
Há 3 horas • 6 min de leitura

Metaverso: Por onde começar?