Na China, yuan atinge mínima histórica ante o dólar no mercado offshore

Enquanto o Fed vem aumentando juros de forma agressiva, o BC chinês fez cortes em suas próprias taxas, o que contribuiu para a fraqueza da moeda do país
Yuan: na China, moeda do país atinge mínima histórica ante o dólar no mercado offshore (SOPA Images / Colaborador/Getty Images)
Yuan: na China, moeda do país atinge mínima histórica ante o dólar no mercado offshore (SOPA Images / Colaborador/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 28/09/2022 às 08:03.

O yuan chinês atingiu o menor nível histórico ante o dólar no mercado offshore. A divisa americana superou a marca de 7,2 yuans pela primeira vez desde que o sistema de negociações da moeda fora da China continental foi implementado há mais de uma década.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

O movimento consolida queda de cerca de 12% do yuan offshore frente ao dólar este ano, apesar dos esforços do Banco do Povo da China (PBoC) para conter a desvalorização da moeda local.

No onshore, o dólar também superou a marca de 7,2 yuans, no maior valor desde fevereiro de 2008, durante a crise financeira global. O PBoC fixou a taxa de paridade do dólar em 7,1107 yuans o patamar mais alto em dois anos.

Enquanto o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) vem aumentando juros de forma agressiva, o BC chinês fez cortes em suas próprias taxas, o que contribuiu para a fraqueza da moeda do país.

A piora na confiança das empresas desde o lockdown para controlar a covid-19 em Xangai também influenciou o movimento, de acordo com o economista-chefe para a China do banco de investimentos Macquarie, Larru Hu. "O pré-requisito para estabilizar o yuan é estabilizar a economia", disse.

LEIA TAMBÉM: Rali do dólar, fuga das bolsas, pesquisa eleitoral e o que mais move o mercado