Acompanhe:

O Ibovespa desta terça-feira, 6, fechou em alta. O principal índice da bolsa de valores brasileira subiu 2,21%, aos 130.416 pontos. Em um dia movimentado, o pregão foi marcado pela ata da última reunião do Copom, pronunciamentos de membros do Federal Reserve (Fed, banco central americano), e falas de Campos Neto e Fernando Haddad. Junto a isso, os balanços do quarto trimestre agitaram o índice, embora a Cielo (CIEL3) tenha tido seus resultados ofuscados pelo anúncio da sua possível deslistagem.

Ibovespa hoje

IBOV: +2,21%, aos 130.416 pontos.

Macroeconomia movimenta a bolsa de valores hoje

Antes da abertura do mercado, o Banco Central divulgou a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), na semana anterior, em que foi mantido o ritmo de corte de juros em 0,5 ponto percentual para 11,25%. No comunicado da decisão, o colegiado reforçou a manutenção do ritmo de cortes nas próximas reuniões e pontuou que espera uma inflação levemente acima do centro da meta, afastando a possibilidade de cortes mais agressivos.

Também durante a manhã foi divulgado o Boletim Focus, que  manteve a expectativa para a inflação de 2024 em 3,81%, após três quedas consecutivas. Para 2025, que também está no foco da política monetária, a projeção seguiu em 3,5%, pela 28ª semana seguida. Já a mediana das projeções para o PIB deste ano ficou em 1,60%. A projeção para 2025 foi mantida em 2% pela 8ª semana seguida, assim como a de 2026 se manteve em 2% pela 26ª semana.

E falando em política monetária, os investidores também acompanharam a participação do presidente do BC, Roberto Campos Neto, no CEO Conference, evento realizado pelo BTG Pactual (mesmo grupo controlador da EXAME). Quem também participou do encontro foi o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. O evento teve a cobertura da EXAME.

Ainda de olho no rumo dos juros, três dirigentes do Fed fizeram discursos ao longo do dia. Loretta Mester, de Cleveland, Neel Kashkari, de Minneapolis, e Susan Collins, de Boston, reforçaram as falas de Jerome Powell, presidente da instituição, quanto ao fato de o corte do juro americano não acontecer tão breve quanto projetava o mercado

Continuando no cenário internacional, outro fato que refletiu no pregão de hoje veio da China. Uma empresa estatal de investimentos anunciou que irá comprar fundos negociados na bolsa, enquanto o órgão regulador de valores mobiliários vai incentivar os fundos de longo prazo. “Com a possibilidade de novos impulsos à economia houve mais apetite ao risco e isso também ajudou o câmbio a ceder um pouco”, diz Cristiane Quartaroli, economista do Ouribank.

Empresas agitam Ibovespa hoje

Já no radar corporativo, os investidores repercutiram o balanço do Itaú (ITUB4), divulgado na noite da véspera, que mostrou um lucro líquido de R$ 9,4 bilhões no período, 22,6% acima do registrado no mesmo período do ano anterior. Junto aos resultados, o banco ainda anunciou a distribuição de R$ 1,12 por ação em dividendos. No fechamento do mercado, os papéis subiram 4,29%.

O que também ficou no radar é a Cielo, que informou que seus controladores diretos, Bradesco e Banco do Brasil, decidiram realizar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) para a deslistagem da companhia na bolsa. Após a OPA, a Cielo permanecerá como companhia aberta, mas na categoria B. As ações fecharam com alta de 3,98%.

Por fim, o Conselho da Natura autorizou a diretoria a avaliar a separação das operações da Avon em uma companhia independente. O objetivo seria simplificar a estrutura da companhia e, consequentemente, aumentar seu valor de mercado. As ações da companhia subiram 6,79% e lideraram as altas do Ibovespa hoje.

Maiores altas do Ibovespa

Outra alta da bolsa hoje foram o Bradesco (BBDC4) e a Eletrobras (ELET3), que vão divulgar balanços em breve. “A ação do Bradesco subiu também depois de oferecer, junto ao Banco do Brasil, R$ 5,35 por ação da Cielo para tirar a empresa da bolsa e comprar, junto ao BB, o total de papéis em circulação”, diz Fabio Louzada, economista e fundador da Eu me banco.

  • Natura (NTCO3): +6,79%
  • Bradesco (BBDC4): +6,21%
  • Eletrobras (ELET3): +5,63%

Maiores quedas do Ibovespa

Entre as ações que mais caíram no pregão de hoje, destaque para a Embraer (EMBR3). “A companhia caiu após o HSBC reduzir a recomendação de compra para neutro”, diz Louzada. Outra queda da sessão foi da Localiza (RENT3) com o JP Morgan alertando que não tem boas expectativas para os resultados do 4T23.

  • Embraer (EMBR3): -3,83%
  • Localiza (RENT3): -1,95%
  • Hapvida (HAPV3): -0,78%

Dólar hoje

O dólar fechou em queda nesta terça-feira. Hoje, a moeda americana caiu 0,38% a R$ 4,963. Na segunda-feira, o dólar fechou em alta de 0,27%, cotado a R$ 4,982.

Como é calculado o índice Bovespa?

Principal índice de ações da bolsa brasileira, a B3, o Ibovespa é calculado em tempo real, baseado na média do desempenho dessa carteira teórica de ativos, cada uma com seu peso na composição do índice. 

Funcionando como um termômetro do desempenho consolidado das principais ações para o mercado, cada ponto do Ibovespa equivale a 1 real. Por isso, se o IBOV está em 100.000 pontos, isso quer dizer que o preço da carteira teórica das ações mais negociadas é de 100.000 reais.

Que horas abre e fecha a bolsa de valores?

O horário de negociação na B3 vai das 10h às 18h. A pré-abertura ocorre entre 9h45 e 10h, enquanto o after-market ocorre entre 18h25 e 18h45. Já as negociações com o Ibovespa futuro ocorrem entre 9h e 17h55.

Confira as últimas notícias de Invest:

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
O que explica a queda da Nvidia na bolsa?
Inteligência Artificial

O que explica a queda da Nvidia na bolsa?

Há 19 horas

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com tensões e dirigentes de BCs no radar
seloMercados

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com tensões e dirigentes de BCs no radar

Há um dia

Petz (PETZ3) salta até 46% após anúncio de fusão e ganha R$ 700 mi em valor de mercado
seloMercados

Petz (PETZ3) salta até 46% após anúncio de fusão e ganha R$ 700 mi em valor de mercado

Há um dia

Ibovespa sobe em dia de disparada da Petz, mas tem 3ª queda semanal; Emae cai após privatização
seloMercados

Ibovespa sobe em dia de disparada da Petz, mas tem 3ª queda semanal; Emae cai após privatização

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais