Há pelo menos sete interessados em adquirir fatia da Versace

Casa de moda italiana planeja vender uma fatia de 15 a 20 por cento para financiar seu crescimento

	Logo da Versace é visto na janela de uma loja da Gianni Versace em Berlim, na Alemanha
 (Krisztian Bocsi/Bloomberg)
Logo da Versace é visto na janela de uma loja da Gianni Versace em Berlim, na Alemanha (Krisztian Bocsi/Bloomberg)
D
Da RedaçãoPublicado em 11/10/2013 às 17:06.

Milão - Ao menos sete compradores em potencial estão na corrida para fazer uma oferta por uma participação minoritária na casa de moda italiana Versace, que planeja vender uma fatia de 15 a 20 por cento para financiar seu crescimento, disseram fontes próximas ao assunto à Reuters nesta sexta-feira.

Os assessores financeiros da empresa -- Banca IMI e Goldamn Sachs -- "disseram a um pequeno grupo de investidores que eles podem levar adiante o processo de oferta", afirmou uma das fontes.

Os investidores que estão considerando comprar a participação incluem o fundo estatal italiano FSI, a Investcorp de Barein, e as empresas de private capital Ardian, Permira, KKR & Co, Clessindra e Blackstone, disseram fontes.

Uma das fontes afirmou que a casa de moda, conhecida pelos vestidos justos ostentados por celebridades como Madonna e Lady Gaga, ainda não fez uma lista de parceiros potenciais, e é improvável que o faça antes da temporada de férias em dezembro.

Outra fonte afirmou que os prováveis interessados foram avisados que o prazo para manifestações de interesse se encerra em 30 de novembro, mas essa data está sujeita a alterações.

A Versace é inteiramente controlada pela família do finado Gianni Versace, fundador da marca. Sua irmã e diretora de criação, Donatella Versace, possui 20 por cento da companhia; o irmão Santo Versace detém 30 por cento; e sua sobrinha, Allegra, tem 50 por cento da empresa.