Gerdau (GGBR4): Lucro cresce para R$ 4,3 bi no 2º tri e empresa anuncia dividendos

Receita líquida cresceu para R$ 23 bilhões, superando o consenso do mercado para o período; divisão de aços especiais liderou expansão
Linha de produção da Gerdau (Gerdau/Divulgação)
Linha de produção da Gerdau (Gerdau/Divulgação)
Guilherme Guilherme
Guilherme Guilherme

Publicado em 03/08/2022 às 09:25.

Última atualização em 03/08/2022 às 09:28.

A Gerdau (GGBR4) teve lucro líquido ajustado de R$ 4,298 bilhões no segundo trimestre, representando um crescimento anual de 27,6%. Os números foram apresentados em balanço divulgado na manhã desta quarta-feira, 3.

O Ebitda justado da Gerdau cresceu 13,3% para R$ 6,68 bilhões, levemente abaixo do consenso da Bloomberg, que era de R$ 6,93 bilhões. Já a receita líquida saltou 20,1% para R$ 22,986 bilhões, superando a mediana das expectativas do mercado, que era de R$ 22,3 bilhões

A Gerdau atribuiu o desempenho "estágio atual de demanda e preços no setor de aço". As vendas de aço ficaram praticamente estáveis em relação ao mesmo período de 2021, em 3,245 milhões de toneladas. As margens da companhia também se mantiveram próximas dos níveis do ano passado. A margem Ebitda caiu 1,7 ponto percentual  para 29,1%, enquanto a margem líquida ajustada subiu 1,1 p.p. para 18,7%.

"Apesar de fatores externos que trazem incertezas no curto prazo, como desaceleração da atividade econômica global e aumento da inflação, acreditamos na continuidade  do panorama favorável ao consumo de aço", afirmou a Gerdau em balanço.

O maior crescimento de receita se deu na divisão de Aços Especiais, com salto de 38%, de R$ 2,65 bilhões para R$ 3,66 bilhões. A divisão também apresentou a maior expansão de vendas, de 27,9% na comparação anual, de 396.000 toneladas para 507.000 toneladas.

"Os setores que mais impulsionaram os resultados foram veículos pesados, principalmente caminhões, óleo e gás e distribuição", disse a Gerdau.

As frentes de Brasil e América do Norte, que representam as maiores fatias da receita, cresceram 7,25% e 29,66%, respectivamente, para R$ 9,6 bilhões e R$ 8,6 bilhões.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

Dívida e resultado financeiro

Apesar das melhorias operacionais, o resultado financeiro saiu negativo em R$ 361 milhões contra R$ 58 milhões positivo no mesmo trimestre do ano passado. A variação anual, segundo a Gerdau, se deve à atualização dos créditos tributários de R$ 463 milhões do segundo trimestre de 2021.

A dívida bruta da companhia caiu de R$ 15,8 bilhões para R$ 12,4 bilhões, A redução da dívida líquida foi ainda maior, de R$ 10,2 bilhões para R$ 4,7 bilhões, dada o incremento do caixa de R$ 5,6 bilhões para R$ 7,8 bilhões. A razão dívida liquida/Ebitda caiu de 0,65x para 0,18x.

Dividendos

A Gerdau aproveitou a divulgação de balanço para anunciar a distribuição de dividendos, aprovados na véspera. Os valores serão pagos conforme a posição acionária do dia 15 de agosto. A empresa irá pagar R$ 0,36 para cada ação preferencial ou ordinária da Gerdau Metalúrgica (GOAU3/GOAU4) e R$ 0,71 para cada uma da Gerdau (GGBR3/GGBR4).