Ibovespa hoje: bolsa fecha em leve alta em dia de Copom e exterior positivo

Vale recua em linha com minério de ferro e segura alta do índice; BC deve voltar a subir juros nesta noite
Painel de cotações da B3 (Germano Lüders/Exame)
Painel de cotações da B3 (Germano Lüders/Exame)
Por Guilherme GuilhermeBeatriz Quesada

Publicado em 03/08/2022 às 10:48.

Última atualização em 03/08/2022 às 18:40.

O Ibovespa fechou em esta quarta-feira, 3, com leves ganhos, sem conseguir acompanhar completamente as firmes altas no mercado internacional. A maior cautela por aqui ocorreu antes da decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) desta noite.

A grande expectativa é de que o colegiado opte por mais uma elevação de 0,50 ponto percentual (p.p.), de 13,25% para 13,75%. Porém, dúvidas sobre o fim ou continuidade do ciclo de alta para setembro continuam na mesa. O fim do ciclo poderia beneficiar papéis mais ligados à economia local.

Ibovespa fechamento 03/08/2022

(B3/Exame)

Com essa possibilidade no radar, ações de Locaweb (LWSA3), Via (VIIA3) e Natura (NTCO3) lideraram os ganhos do dia. Papéis de tecnologia e varejo, prejudicados pela alta de juros nos últimos meses, avançaram com a perspectiva de recuperação caso os juros parem de subir.

Ainda que a tendência de alta termine nesta reunião, as ações dos grandes bancos subiram com a perspectiva de mais uma elevação na Selic. 

Investidores também estão à espera dos balanços do setor. Bradesco (BBDC4), que subiu mais de 1%, apresenta seu resultado do segundo trimestre de 2022 amanhã após o fechamento do mercado.

      A alta só não foi maior por conta da queda das ações da Vale (VALE3), que têm a maior participação na carteira teórica do Ibovespa. Os papéis da mineradora recuaram mais de 3%, seguindo a desvalorização do minério de ferro nesta madrugada.

      A desvalorização da commodity foi pressionada por dados de queda do volume de vendas e de preços de casas novas na China. A crise imobiliária chinesa impacta a demanda pelo aço, afetando, por sua vez, o minério.

      A siderúrgica Gerdau (GGBR4) e Gerdau Metalúrgica (GOAU4) também recuaram, e lideraram entre as perdas do índice nesta quarta. 

      Para além da queda da commodity, os papéis refletiram a reação do mercado à divulgação do balanço da companhia nesta manhã. A companhia teve lucro líquido ajustado de R$ 4,298 bilhões no segundo trimestre, 27,6% acima do mesmo período de 2021. 

      Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

      No exterior, por outro lado, o dia foi de alívio. Os principais índices de ações tiveram fortes altas, com o fim da visita da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, a Taiwan. 

      Na véspera, a visita derrubou as bolsas globais, que temiam os desdobramentos de um conflito entre as duas maiores economias do mundo.

      • Dow Jones (Nova York): + 1,29%
      • S&P 500 (Nova York): + 1,56%
      • Nasdaq (Nova York): + 2,59%

      Cielo em destaque

      A Cielo (CIEL3) saltou mais de 9%, estendendo os ganhos no ano para mais de 100% no ano, após o resultado divulgado na última noite. A empresa, que vinha sofrendo com o aumento da concorrência, apresentou seu maior lucro líquido desde 2018 e aumentou sua margem Ebitda em 5,1 ponto percentual na comparação anual para 28%.

      Analistas do Itaú BBA classificaram o balanço da Cielo como "muito positivo". "O desempenho foi limpo de cima a baixo, impulsionando uma recuperação de participação de mercado com maior rentabilidade", afirmaram em relatório. 

      Veja também