Invest

Ex CEO do grupo chinês Alibaba, Daniel Shang, deixa a empresa

Depois de vários anos turbulentos na China para as empresas do setor de tecnologia, Alibaba anunciou em março a maior reorganização de sua história, que previa a divisão em seis entidades distintas

Daniel Zhang, figura histórica da empresa, seria substituído e nomeado para comandar uma das novas unidades (AFP/AFP Photo)

Daniel Zhang, figura histórica da empresa, seria substituído e nomeado para comandar uma das novas unidades (AFP/AFP Photo)

AFP
AFP

Agência de notícias

Publicado em 11 de setembro de 2023 às 07h24.

Última atualização em 11 de setembro de 2023 às 07h24.

O grupo chinês de comércio virtual Alibaba anunciou que o ex-CEO Daniel Zhang, que deveria assumir a direção de uma filial da empresa nesta segunda-feira, deixou o conglomerado.

Depois de vários anos turbulentos na China para as empresas do setor de tecnologia, Alibaba anunciou em março a maior reorganização de sua história, que previa a divisão em seis entidades distintas.

Polêmicas

Daniel Zhang, figura histórica da empresa, seria substituído e nomeado para comandar uma das novas unidades, concentrada nos serviços na nuvem.

Porém, dois meses após sua nomeação, o grupo Alibaba anunciou nesta segunda-feira a saída do ex-CEO, a quem expressou "profundo reconhecimento", em um comunicado enviado à Bolsa de Hong Kong.

A empresa não divulgou nenhuma explicação sobre a decisão.

O grupo, que também atua na área de logística, comunicação e Inteligência Artificial, é comandado agora por Eddie Yongming Wu como presidente e Joseph C. Tsai como CEO.

Acompanhe tudo sobre:AlibabaCEOs

Mais de Invest

Itaú (ITUB4) anuncia novo pagamento de JCP; veja os valores

Payroll-bomba põe em xeque corte em setembro e mercado passa a ver apenas um corte do Fed em 2024

Bradesco (BBDC4) anuncia pagamento de R$ 4 bilhões em JCP aos acionistas

É seguro investir no exterior? Saiba as regras

Mais na Exame