Acompanhe:

Desânimo com Fed leva índices europeus de volta a níveis de 2016

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 1,4%, da mesma forma que o alemão DAX, enquanto o francês CAC caiu 1,7%

Modo escuro

Continua após a publicidade
Índices Europeus: Depois de elevar os juros pela quarta vez neste ano, o Fed sinalizou "algum" aumento gradual adicional das taxas à frente (Jason Alden/Bloomberg)

Índices Europeus: Depois de elevar os juros pela quarta vez neste ano, o Fed sinalizou "algum" aumento gradual adicional das taxas à frente (Jason Alden/Bloomberg)

D
Danilo Masoni, da Reuters

Publicado em 20 de dezembro de 2018 às, 15h53.

Milão - Uma perspectiva de juros desanimadora do Federal Reserve provocou uma forte queda dos mercados acionários europeus nesta quinta-feira, 20, com vários índices atingindo mínimas em dois anos por preocupações de que condições monetárias mais apertadas possam pesar sobre o lento crescimento econômico.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 1,4 por cento, da mesma forma que o alemão DAX, enquanto o francês CAC caiu 1,7 por cento.

Wall Street também abriu em território negativo e o S&P 500 e o Nasdaq recuavam 1,4 por cento e 1,8 por cento respectivamente no fechamento europeu.

Depois de elevar os juros pela quarta vez neste ano, o Fed sinalizou "algum" aumento gradual adicional das taxas à frente, frustrando as expectativas do mercado de uma mensagem mais "dovish" do banco central da maior economia do mundo.

"Preocupações nos Estados Unidos sobre o setor imobiliário e empréstimos alavancados continuam. Está claro que os juros não podem continuar subindo por muito tempo sem ter consequências importantes para o crescimento econômico", disse Edoardo Fusco Femiano, analista de mercado na eToro.

As vendas generalizadas na Europa tiveram base ampla, com todos os setores sendo negociados no vermelho, com setores cíclicos como mineradoras, tecnologia e bancos liderando as quedas, com recuo de 2,7 por cento, 2,6 por cento e 2,4 por cento respectivamente.

Preocupações sobre a desaceleração da economia global, uma disputa comercial entre Washington e Pequim e instabilidade política têm pesado sobre as perspectivas de crescimento de lucros nas empresas europeias.

O STOXX 600 se encaminha para o ano de pior performance desde 2008, tendo perdido 13,5 por cento no acumulado do ano.

O DAX, que é altamente exposto à China, acumula queda de 17,9 por cento no acumulado do ano, enquanto o britânico FTSE, atingido pelo Brexit, soma perdas de 12,7 por cento em 2018. As ações italianas caem 15 por cento no período, sob o peso de preocupações sobre as finanças públicas do país.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 1,37 por cento, a 1.329 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,80 por cento, a 6.711 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,44 por cento, a 10.611 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,78 por cento, a 4.692 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,93 por cento, a 18.576 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,97 por cento, a 8.596 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,46 por cento, a 4.674 pontos.

Últimas Notícias

Ver mais
Dólar avança com tensão geopolítica e encerra a semana com ganhos de 2,11%
seloMercados

Dólar avança com tensão geopolítica e encerra a semana com ganhos de 2,11%

Há 22 horas

Itaú revisa projeções e espera que Fed faça apenas um corte de juros em 2024
Economia

Itaú revisa projeções e espera que Fed faça apenas um corte de juros em 2024

Há 23 horas

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras
seloMercados

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras

Há um dia

Bolsas da Europa fecham em queda, com atenções para a 5ª manutenção seguida de juros pelo BCE
seloMercados

Bolsas da Europa fecham em queda, com atenções para a 5ª manutenção seguida de juros pelo BCE

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais