Invest

Casino acerta acordo com credores que deve evitar calote em meio à renegociação de dívidas

Em troca, os detentores dos papéis ganham o direito de poder se apropriar, a qualquer momento, de sua parte dos valores mobiliários da Casino

Casino (Reuters/Reuters)

Casino (Reuters/Reuters)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 16 de junho de 2023 às 18h21.

Última atualização em 16 de junho de 2023 às 19h49.

A Casino Guichard Perrachon, que controla o Grupo Pão de Açúcar (GPA), acertou nesta sexta-feira, 16, acordo com credores que deve evitar a declaração de calote de títulos de dívida da varejista francesa.

Em comunicado, a Rallye Group, controladora da empresa, informou que os investidores renunciaram ao direito de desencadear eventual default, direto ou indireto, que resulte da abertura do processo de conciliação intermediado pela Justiça francesa.

Em troca, os detentores dos papéis ganham o direito de poder se apropriar, a qualquer momento, de sua parte dos valores mobiliários da Casino mantidos em custódia ou determinar um agente fiduciário a vendê-los.

"No caso de tal apropriação ou venda, o restante, se houver, da reivindicação do credor relevante seria pago na data de vencimento inicialmente acordada no financiamento relevante", explica a companhia, em comunicado.

Acordo

O acordo representará um alívio para a endividada varejista, que busca maneiras de levantar recursos para honrar obrigações financeiras. A Moody's estima que a Casino precisa pagar € 1,2 bilhão em dívidas que vencem até 2024 e mais € 1,8 bilhão com maturação em 2025.

Na última quarta-feira, a empresa recebeu oferta de até € 1,1 bilhão de aporte de capital de um grupo de empresários.

Acompanhe tudo sobre:Casinoacordos-empresariaisGPA (Grupo Pão de Açúcar)

Mais de Invest

Pressa e erros de digitação: equívocos ao comprar ações movimentam US$ 3,5 bi por dia nos EUA

Receita paga maior lote de restituição do Imposto de Renda 2024 esta semana; veja quem recebe

Ninguém acerta as seis dezenas do concuso 2729 da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 75 milhões

Investidores da Tesla são aconselhados a votar contra bonificação de US$ 56 bi para Musk

Mais na Exame