• BVSP 117.669,90 -0,5%
  • USD 5,6926 +0,0000
  • EUR 6,7616 +0,0000
  • ABEV3 15,43 -0,13%
  • BBAS3 29,27 +0,55%
  • BBDC4 25,25 +0,04%
  • BRFS3 23,91 -1,97%
  • BRKM3 43,57 -0,98%
  • BRML3 9,95 +1,95%
  • BTOW3 62,7 -0,85%
  • CSAN3 89,25 -0,45%
  • ELET3 35,45 -1,50%
  • EMBR3 16,02 -0,37%
  • Petróleo 59,31 +0,00%
  • Ouro 1.750,70 +0,00%
  • Prata 25,55 +0,00%
  • Platina 1.207,10 +0,00%

Bolsa de Tóquio fecha estável, à espera do BCE

O índice Nikkei subiu apenas 0,75 ponto, ou 0,01%, e terminou aos 8.680,57 pontos

Tóquio - Após cinco sessões seguidas de perdas, a Bolsa de Tóquio fechou estável nesta quinta-feira. Em um pregão sem brilho, predominou a espera pela reunião de cúpula do Banco Central Europeu (BCE), no final do dia global. Isso ofuscou alguns fortes movimentos individuais entre os fabricantes de eletrônicos, como Sharp e Sony, assim como na All Nippon Airways.

O Nikkei subiu apenas 0,75 ponto, ou 0,01%, e terminou aos 8.680,57 pontos, após queda de 1,1% na sessão de quarta-feira, quando o índice teve o pior intraday desde 6 de agosto.

Um euro ligeiramente mais valorizado ajudou as ações fortemente expostas à zona do euro, especialmente as de montadoras como a Toyota Motor, mas o efeito foi fugaz.

"A expansão da compra de títulos pelo BCE parece ser o cenário mais aceitável para todas as partes no debate sobre as novas medidas de estímulo para a zona do euro", disse o diretor de uma corretora estrangeira. "Este pode ser o caminho mais eficaz para impor um efeito menos inflacionário sobre o mercado." As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.