Mercados

As empresas que mais perderam valor de mercado em fevereiro

Com perda de mais de R$ 13 bilhões, Ambev liderou a lista feita pela consultoria Economática

Em queda (Thinkstock)

Em queda (Thinkstock)

Anderson Figo

Anderson Figo

Publicado em 1 de março de 2016 às 14h00.

Última atualização em 13 de setembro de 2016 às 14h19.

Acompanhe tudo sobre:3GAçõesAESAES TietêÁguaAlimentos processadosAmbevArezzoB2WBanco AlfaBancosBB – Banco do BrasilBebidasBR PropertiesBrasil TelecomCalçadosCarnes e derivadosCCRCetipCieloCoelceComércioComgásEconomáticaEletrobrasEmpresasEmpresas abertasEmpresas americanasEmpresas belgasEmpresas brasileirasEmpresas de internetEmpresas estataisEmpresas inglesasEmpresas italianasEmpresas portuguesasempresas-de-tecnologiaEnergia elétricaEquipamentos e peçasEstatais brasileirasGrupo JereissatiHoldingsIndústria de eletrodomésticosIndusvalIochpe-MaxionLinxMáquinas e peçasMinerva FoodsMultiplusOiOperadoras de celularParanapanemaPorto Seguroprogramas-de-fidelidadeQualicorpRenova EnergiaRoupasSaneamentoSaneparServiçosServiços diversosservicos-financeirosSetor de educaçãoSetor de saúdeSetor de transportesetor-de-segurosShopping centersSiderurgia e metalurgiaSomos EducaçãoSulAméricaTecnologia da informaçãoTelecomunicaçõesTelemarTotvsVarejoWEG

Mais de Mercados

Goldman Sachs vê cenário favorável para emergentes, mas deixa Brasil de fora de recomendações

Empresa responsável por pane global de tecnologia perde R$ 65 bi e CEO pede "profundas desculpas"

Bolsa brasileira comunica que não foi afetada por apagão global de tecnologia

Ibovespa fecha perto da estabilidade após corte de gastos e apagão global

Mais na Exame