Ações do Facebook caem em dia marcado por WhatsApp fora do ar

O aplicativo de mensagens da empresa, assim como o Instagram e o próprio Facebook, tiveram problemas de acesso em diversos países
WhatsApp: aplicativo enfrenta instabilidade global nesta segunda e ações do Facebook caem 5% (Thiago Prudêncio/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
WhatsApp: aplicativo enfrenta instabilidade global nesta segunda e ações do Facebook caem 5% (Thiago Prudêncio/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
L
Lucas Agrela

Publicado em 04/10/2021 às 14:51.

Última atualização em 04/10/2021 às 17:25.

As ações do Facebook fecharam em forte queda nesta segunda-feira, 4, um dia marcado por instabilidades que deixaram o WhatsApp, o próprio Facebook e o Instagram fora do ar em diversos países.

Novas denúncias de ex-funcionários do alto escalão contra supostas práticas abusivas da companhia, com documentação das evidências, também contribuíram para a desvalorização.

Os papéis da companhia sediada em Menlo Park, na Califórnia, caíram 4,89% nesta segunda, passando de 343,01 dólares na sexta-feira para 326,23 dólares no fechamento hoje.

A instabilidade começou a ocorrer nos serviços digitais do Facebook por volta das 13h de hoje. O WhatsApp informou que está ciente dos problemas de instabilidade do seu aplicativo e disse estar trabalhando para restabelecer a normalidade.

Enquanto isso, os downloads de aplicativos concorrentes disparam. Telegram e Signal já publicaram mensagens em suas redes sociais desejando boa sorte e fazendo piada com a instabilidade do concorrente, que domina o mercado de mensagens no Brasil.

Segundo a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box, publicada no começo de 2020, o WhatsApp está instalado em 99% dos smartphones brasileiros. Em 2018, o percentual de instalação já era alto: 96%.