Inteligência Artificial

Metódico e cientificamente aprimorado: veja a rotina do bilionário Sam Altman

O CEO da OpenAI, empresa por trás do ChatGPT, tem uma obsessão com a otimização do tempo e rotinas

Sam Altman: mais novo bilionário tem uma rotina repleta de disciplina (Chris Ratcliffe/Bloomberg /Getty Images)

Sam Altman: mais novo bilionário tem uma rotina repleta de disciplina (Chris Ratcliffe/Bloomberg /Getty Images)

Laura Pancini
Laura Pancini

Repórter de Tecnologia e Inteligência Artificial

Publicado em 7 de maio de 2024 às 13h53.

Última atualização em 7 de maio de 2024 às 14h28.

Tudo sobreSam Altman
Saiba mais

Mais novo bilionário da lista da Forbes, Sam Altman tem uma vida pessoal cheia de disciplina. O CEO da OpenAI, empresa por trás do ChatGPT, tem uma obsessão com a otimização do tempo e garante que sua rotina inclua uma boa noite de sono, uma alimentação saudável e exercícios pelo menos três vezes na semana.

Altman, que iniciou sua jornada de investimentos em 2005, tem um portfólio diversificado. Ao longo dos anos, ele investiu em fintechs, empresas de bioenergia e, mais recentemente, na Retro Biosciences, que busca  “reprogramar” o corpo humano. Curiosamente, apesar de ser o CEO de uma empresa avaliada em US$ 80 bilhões, não há indícios de que Altman tenha participação financeira nela.

Veja como é um dia típico na vida de Sam Altman, com base em suas próprias palavras e hábitos conhecidos:

Manhã intensa

A manhã de Altman começa cedo, mas não com um café da manhã tradicional. Segundo ele mesmo descreveu em 2018, após despertar, sua primeira ação é tomar uma grande dose de café expresso. O café da manhã é substituído por um jejum de cerca de 15 horas, iniciado na noite anterior, o que, segundo Altman, é crucial para manter sua clareza mental e energia ao longo do dia.

Já no escritório, Altman evita agendar compromissos nas primeiras horas, optando por atualizar seus e-mails enquanto se expõe a uma luz LED com iluminação de espectro total por 10 a 15 minutos, um hábito que ele considera um  benefício para seu bem-estar e produtividade.

Ele toma uma segunda dose de café expresso após o almoço, ajudando-o a manter sua energia durante as tardes exigentes.

Reuniões otimizadas

Altman prefere marcar compromissos à tarde e tem uma abordagem distinta para as reuniões: "A maioria é melhor com duração de 15 a 20 minutos ou 2 horas. O padrão de 1 hora geralmente está errado", afirma.

Altman valoriza seu tempo no escritório, descobrindo que é onde ele pode ser mais eficaz. Ele evita reuniões desnecessárias, estimando que "90% delas são uma perda de tempo". No entanto, os outros 10% são tão valiosos que justificam a prática.

Ele também deixa espaço em sua agenda para encontros casuais e a exploração de novas ideias, uma prática que ele acredita ser vital para fomentar a inovação.

Organização é a chave

Altman utiliza listas intensamente para organizar seu dia, preferindo a tangibilidade do papel à digitalização. Ele mantém registros do que deseja alcançar a cada ano, mês e dia, o que o ajuda a gerenciar múltiplas tarefas sem sobrecarregar sua mente.

"As listas são muito focadas e me ajudam na multitarefa, porque não preciso manter tanta coisa na cabeça. Se não estou com disposição para alguma tarefa específica, sempre posso encontrar outra coisa que estou animado para fazer", explica.

Cuidados com a saúde

Apesar de ser fã de um cafezinho, o CEO da OpenAI também deixa claro que dormir é uma das coisas mais importantes que ele precisa para ser produtivo. Para ter uma boa noite de sono, Altman evita comer muito antes de dormir e beber álcool.

Na hora de dormir, Altman usa um aplicativo de monitoramento de sono e prefere um "quarto frio, escuro e silencioso". Muitas vezes, toma "uma dose baixa de" pílulas ou cannabis para conseguir dormir.

Vegetariano desde criança, Altman tenta evitar alimentos muito picantes ou muito doces. Ele já revelou que toma shakes de proteína para complementar sua dieta, um hábito que carrega desde a infância.

Ele também disse que exames de sangue trimestrais o ajudam a complementar sua dieta com uma variedade de vitaminas. Segundo o Business Insider, Altman toma metformina, um medicamento para diabetes que pode ser usado para retardar o envelhecimento.

Altman disse que gosta de se exercitar três vezes por semana durante 1 hora. Ele tenta intercalar o levantamento de pesos com treinos de "alta intensidade". “Além dos ganhos de produtividade, esta é também a rotina de exercícios que me faz sentir melhor no geral”, disse ele.

Acompanhe tudo sobre:Sam AltmanOpenAIBilionários

Mais de Inteligência Artificial

Mira Murati, da OpenAI, responde a Elon Musk sobre integração com Apple

Musk retira processo contra OpenAI um dia após criticar acordo com Apple

O que o acordo OpenAI-Apple significa para Google e Microsoft

Mistral AI levanta US$ 645 milhões e atinge valor de US$ 6,5 bilhões

Mais na Exame