Acompanhe:

Centenas de artistas e compositores americanos, entre eles os gigantes da música Smokey Robinson e Stevie Wonder, a banda Pearl Jam e a cantora Billie Eilish, pediram a proteção da criatividade humana contra o que consideram “um ataque” representado pela inteligência artificial (IA).

“Temos que nos proteger contra o uso predatório da IA para roubar vozes e retratos de artistas profissionais, violar os direitos dos criadores e destruir o ecossistema musical”, diz uma carta apresentada pela organização sem fins lucrativos Artist Rights Alliance (ARA).

O documento foi elaborado após meses de advertências de que a expansão descontrolada da IA poderia minar a lei de direitos autorais e abrir as portas para fraudes e roubos de obras de artistas.

"Pedimos a todas as plataformas de música digitais e aos serviços baseados em música que se comprometam a não desenvolver nem implementar tecnologia, conteúdo ou ferramentas de geração de música de IA que prejudiquem ou substituam a arte humana dos compositores e artistas ou nos neguem uma remuneração justa pelo nosso trabalho”, diz a carta.

Entre os signatários também estão artistas como Katy Perry, J Balvin, Peter Frampton e os herdeiros do cantor e ator Frank Sinatra. “Se não for controlada, a IA lançará uma corrida ao fundo do poço que degradará o valor do nosso trabalho e nos impedirá de receber uma remuneração justa por ele”, afirmam.

O estado do Tennessee, um dos centros nevrálgicos da indústria musical, graças à cidade de Nashville, tornou-se no mês passado o primeiro nos Estados Unidos a aprovar uma lei nesse sentido. Seu objetivo declarado é proteger os profissionais da indústria musical de ameaças de IA.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
O bilionário da vodca: ele abriu o negócio com 19 cartões de crédito e tem fortuna de US$ 6,5 bi
seloNegócios

O bilionário da vodca: ele abriu o negócio com 19 cartões de crédito e tem fortuna de US$ 6,5 bi

Há 4 horas

China se opõe a qualquer ação que aumente ainda mais a tensão no Oriente Médio, diz porta-voz
Mundo

China se opõe a qualquer ação que aumente ainda mais a tensão no Oriente Médio, diz porta-voz

Há 22 horas

Ministério Público cobra explicações do governo de SP sobre uso do ChatGPT para produzir aulas
Brasil

Ministério Público cobra explicações do governo de SP sobre uso do ChatGPT para produzir aulas

Há 22 horas

Descanse, Atlas: a aposentadoria do primeiro grande robô humanoide do século 21
Tecnologia

Descanse, Atlas: a aposentadoria do primeiro grande robô humanoide do século 21

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais