Inteligência Artificial

Amazon inclui IA para resumir milhares de comentários de um produto em um único texto

A gigante do varejo expande o uso da inteligência artificial para otimizar a experiência do usuário ao buscar feedbacks sobre itens

André Lopes
André Lopes

Repórter

Publicado em 14 de agosto de 2023 às 14h17.

Última atualização em 14 de agosto de 2023 às 14h20.

A inteligência artificial (IA) no setor de e-commerce já da cabo de melhorar os negócios desde a seleção de produtos que são mostrados primeiros aos consumidores até na disposição dos itens nos galpões, facilitando o preparo para entrega.

No mais recente incremento da Amazon, a varejista colocou uma IA generativa, do mesmo tipo do ChatGPT, para criar textos condensando de milhares de avaliações de usuários em um único parágrafo, facilitando assim a identificação das principais opiniões sobre um produto.

A novidade foi testada nos últimos meses e, atualmente, está disponível para um grupo de usuários da versão mobile do site da Amazon, nos Estados Unidos.

Segundo a empresa, essa funcionalidade abrange uma variedade ampla de produtos, incluindo televisões, fones de ouvido, tablets e dispositivos fitness.

Confiabilidade

Segundo o The Verge, por hora, os  resumos tendem a realçar mais os pontos positivos dos produtos, relegando os negativos ao final do texto.

Esses resumos estão localizados no início da seção de avaliações, sob o título “Clientes dizem”. Cada parágrafo inclui uma nota informando que foi gerado por IA.

A Amazon destaca que os resumos são originados apenas de compras verificadas, uma estratégia para reduzir avaliações falsas. Além disso, o sistema traz filtros de destaque que direcionam o usuário às avaliações específicas mencionadas.

Outras plataformas, como Newegg e a Microsoft Store, também adotaram características similares recentemente. Contudo, uma dúvida persiste entre os consumidores: até que ponto podem confiar em resumos feitos por IA pensada para aumentar as vendas daquele item?

Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificialAmazone-commerce

Mais de Inteligência Artificial

China tem mais de 4,5 mil empresas de inteligência artificial

Google leva inteligência artificial Gemini às escolas

IA será prioridade da metade dos profissionais de TI em dois anos, aponta pesquisa

Desafio do humor: empresas de tecnologia buscam tornar chatbots mais engraçados

Mais na Exame