Acompanhe:

O Grupo Telefónica, um dos principais da área de telecomunicações e controlador da Vivo no Brasil, anunciou nesta semana uma parceria com o blockchain Chainlink para combater diversos tipos de ataques hackers, incluindo o chamado SIM Swap, que tem se multiplicado pela internet.

Em um comunicado, as empresas explicaram que a parceria busca aproveitar a tecnologia de oráculos da Chainlink, um sistema que permite integrar informações dentro e fora de redes blockchains. Com isso, a expectativa é de aumentar a segurança de contratos inteligentes a partir de dados externos.

O comunicado destaca que "esta colaboração marca um passo significativo na integração dos recursos de telecomunicações na indústria de blockchain e demonstra a necessidade de redes oráculo seguras para fornecer dados do mundo real nas redes".

"Este ecossistema interconectado aprimora a funcionalidade e a segurança dos aplicativos Web3, contribuindo para um cenário digital mais robusto e verificável", argumentam as empresas.

Um dos casos de uso previstos para a parceria é a prevenção ao golpe SIM Swap. O ataque é ma técnica usada por hackers para obter o controle do número de telefone celular de suas vítimas. Depois de adquirir o número da vítima, eles usam sistemas de autenticação de dois fatores para acessar contas em redes sociais, bancos e corretoras de criptomoedas.

Esse tipo de golpe ganhou destaque em 2023 após atingir vítimas famosas. Uma delas foi o criador do blockchain Ethereum, Vitalik Buterin. Já no início deste ano, a SEC teve sua conta invadida no X, antigo Twitter, por meio da técnica, resultando em uma publicação falsa sobre a aprovação de ETFs de bitcoin.

A parceria entre a Telefónica e a Chainlink vai envolver a conexão de contratos inteligentes com dados da GSMA Open Gateway. A GSMA é uma organização que reúne mais de 1 mil empresas da área de telecomunicações e que busca facilitar a migração do setor para o mundo da Web3.

Um dos primeiros testes do projeto deverá ocorrer no Brasil, onde os dados da GSMA serão integrados à rede da Chainlink para "adicionar uma camada extra de segurança nas transações em blockchains". Ainda não foi informado quando os testes começarão.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
B3 vai lançar corretora de criptomoedas para investidores institucionais
Future of Money

B3 vai lançar corretora de criptomoedas para investidores institucionais

Há 17 horas

Adidas anuncia lançamento de nova coleção de NFTs e parceria com empresa cripto
Future of Money

Adidas anuncia lançamento de nova coleção de NFTs e parceria com empresa cripto

Há 18 horas

Usuário desconhecido movimenta bitcoins parados há 14 anos e tem lucro de R$ 15 milhões
Future of Money

Usuário desconhecido movimenta bitcoins parados há 14 anos e tem lucro de R$ 15 milhões

Há 19 horas

Bitcoin e principais criptos sobem após “turbulência” com conflitos geopolíticos em Israel
Future of Money

Bitcoin e principais criptos sobem após “turbulência” com conflitos geopolíticos em Israel

Há 21 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais