Future of Money

Startup de moradia por assinatura lança NFTs e ex-BBBs participam de festa no metaverso

Depois de construir seu próprio prédio em um dos maiores metaversos da atualidade, a Housi celebrou o lançamento de NFTs com uma festa badalada

Unidade da Housi no metaverso (Housi/Divulgação)

Unidade da Housi no metaverso (Housi/Divulgação)

Além de inovar no setor imobiliário com o aluguel de imóveis por assinatura, a Housi quer tornar a experiência de seus clientes cada vez mais futurista. Depois de ter lançado uma série de iniciativas no setor de blockchain e criptomoedas, a startup deu início a uma nova era da moradia digital por meio de uma festa no metaverso.

Para celebrar a construção de uma unidade da Housi no metaverso e a criação de seus próprios NFTs, a empresa deu uma festa digna de um filme futurista. O evento, que aconteceu de forma simultânea na vida real e no metaverso, contou com a presença de celebridades e DJs badalados.

No prédio da Housi na Rua Oscar Freire, 585, em São Paulo, os convidados podiam criar seus avatares por meio de telas de LED instaladas no local, que foi interamente decorado para transpassar a ideia de como seria a moradia do futuro.

A partir disso, eles eram “teletransportados” para as coordenadas -70,42 no metaverso Decentraland, plataforma escolhida pela empresa para construir seu empreendimento virtual.

Ao som da dupla de DJs Dubdogz, famosos por terem marcado presença nos festivais de música Tomorrowland Brasil e Lollapalooza, os presentes fisicamente ou virtualmente tiveram a oportunidade de explorar a unidade da Housi em um dos principais metaversos da atualidade e comprar os NFTs criados pelo artista Beto Gatti.

Além da Housi, estão instalados em Decentraland grandes empresas e marcas, como o banco JPMorgan, Samsung, Dolce & Gabanna e Forever 21. Por lá, também foi realizado o primeiro Fashion Week do metaverso.

“A Web 3.0 proporciona experiências inovadoras para os consumidores e novas oportunidades para as empresas”, justificou o CEO da Housi, Alexandre Frankel.

Ex-BBBs como Vyni, Maria e Eliezer Netto foram alguns dos presentes, além de Alexandre Frankel e Roberta Faria, os cofundadores da startup.

E a experiência da Housi no metaverso não parou por aí. A qualquer momento, usuários podem se conectar ao metaverso Decentraland, criar seus próprios avatares e explorar o prédio, que conta com todas as facilidades que as unidades físicas da startup já oferecem.

(Housi/Decentraland)

Alexandre Frankel, o CEO da Housi, explicou a ideia por trás do projeto: “A ideia é mostrar a Housi do Futuro. E que as pessoas poderão morar de Housi e experienciar a vida no universo paralelo”. Além dos NFTs e o prédio no metaverso, a startup já ofereceu cashback na compra de imóveis por meio de tokens e possui iniciativas educacionais sobre tecnologia blockchain e criptomoedas.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok

Acompanhe tudo sobre:BBBMetaversoNFTs

Mais de Future of Money

SEC aprova ETFs de ether nos EUA e surpreende com mudança de visão sobre Ethereum

ETFs de bitcoin batem recorde e acumulam 850 mil unidades da criptomoeda

Pepe dispara 40% e um dos primeiros investidores da criptomoeda meme lucra US$ 3 milhões

ETFs de ether vão atrair US$ 500 milhões na 1ª semana de negociação, diz OKX

Mais na Exame