Future of Money

Startup anuncia integração ao DeFi na tokenização de ativos no Brasil

Pods Finance auxiliará empresas do mercado financeiro tradicional brasileiro em suas iniciativas de tokenização de ativos

. (Reprodução/Reprodução)

. (Reprodução/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 11 de dezembro de 2023 às 15h57.

No dia 4 de dezembro, a Pods Finance anunciou que atuará junto com outras empresas brasileiras para tokenizar ativos no país. De acordo com o anúncio, a Pods atuará ao lado dos “principais players do cenário financeiro nacional”, fornecendo toda a infraestrutura necessária.

Rafaella Baraldo, CEO da Pods, afirma que a decisão de auxiliar empresas em iniciativas de tokenização está ligada ao potencial do mercado financeiro brasileiro se tornar um dos mais avançados do mundo.

“Nós trazemos nossa experiência em DeFi para criar produtos financeiros mais eficientes em projetos com empresas brasileiras, contribuindo para esse avanço significativo”, acrescenta Baraldo.

O ambiente criado pelo Banco Central, através do Drex, é apontado pela Pods como um catalisador que impulsiona a aceitação dos ativos digitais, e posiciona o Brasil como um protagonista na vanguarda das transformações financeiras globais.

A Pods conta com experiência no mercado de finanças descentralizadas (DeFi), e já captou mais de R$ 30 milhões de diferentes fundos de investimento. A empresa oferece produtos como uma tokenizadora de derivativos e um mercado secundário para opções com mais de R$ 50 milhões em volume transacionado.

Além disso, a empresa oferece produtos de investimentos tokenizados, com mais de R$ 10 milhões em ativos sob gestão (AUM, na sigla em inglês). A Pods, por isso, avalia que é capaz de usar sua experiência em DeFi para “traduzir as necessidades do mercado em contratos inteligentes”.

Aceleração no Next

A Pods foi uma das startups selecionadas para o Next. Trata-se do programa de aceleração criado através da parceria entre a Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) e empresas mantenedoras, que incluem Mercado Bitcoin, TecBan, Banco do Brasil, Elo, Sinqia, Núclea (antiga CIP) e Sicredi.

Núclea e Mercado Bitcoin foram os mantenedores que escolheram a Pods. No Demo Day, realizado na semana passada, a Pods apresentou duas propostas diferentes para cada um dos mantenedores.

A tokenização da jornada completa de captação de recursos de uma incorporadora com fundos dos investimentos imobiliários através de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) foi a proposta apresentada à Núclea.

Já ao Mercado Bitcoin (MB) foi apresentada uma proposta que consiste em recompensas de staking da stablecoin MBRL, pareada ao real e emitida pelo MB, através da tokenização de títulos públicos.

A melhor experiência e atendimento em português. Ninguém merece consultar o tradutor online enquanto tem problemas com o suporte, por isso, a Mynt tem atendimento humanizado 24 horas e em português. Abra sua conta e tenha uma experiência única ao investir em crypto.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Acompanhe tudo sobre:StartupsBlockchainDeFiTokenização

Mais de Future of Money

Ethereum bate recorde do ano frente ao real e atinge a cotação de R$ 20,6 mil após aprovação de ETFs

Criptomoedas meme ligadas a Donald Trump disparam até 150% após político defender setor

Argentina faz reunião com autoridades de El Salvador sobre adoção de criptomoedas

Anbima propõe novas regras para fundos investirem em criptomoedas

Mais na Exame