Acompanhe:

Políticos do governo e da oposição nos Estados Unidos criticaram o presidente da SEC, Gary Gensler, e exigiram explicações do órgão após um caso de invasão da conta do regulador no X, antigo Twitter, na última terça-feira, 9. Os invasores chegaram a publicar um anúncio falso de que a autarquia teria aceitado diversos pedidos de lançamento de ETFs de bitcoin.

O X confirmou que a conta da SEC foi invadida, mas afirmou que o comprometimento não ocorreu devido a qualquer violação dos sistemas do X, mas sim ao fato de um indivíduo não identificado ter obtido controlo sobre um número de telefone associado à conta através de um terceiro".

Após recuperar o controle da conta, a SEC afirmou que vai cooperar com as autoridades e realizar uma investigação sobre o caso. Entretanto, o regulador ainda não deu mais informações sobre quais vulnerabilidades a conta tinha e possíveis suspeitos por trás do ataque.

Gensler foi indicado para assumir a presidência da SEC após a vitória do democrata Joe Biden, assumindo o posto em 2021. Desde então, ele ficou conhecido no mercado por ser um grande crítico do mercado de criptomoedas, adotando uma postura dura e punitiva com empresas e projetos do setor. A falta de flexibilidade rendeu críticas de congressistas, em especial da oposição, ao longo de 2023.

O deputado democrata Wiley Nickel destacou após o ataque que "a SEC é responsável pelas informações financeiras mais confidenciais do nosso país e ainda não descobriu como usar a autenticação de dois fatores em sua conta do Twitter?".

Além disso, os senadores republicanos Thom Thillis e J.D. Vance enviaram uma carta para a SEC estabelecendo um prazo até o dia 23 de janeiro para que a autarquia forneça mais detalhes sobre a invasão na conta, destacando "grandes preocupações" com possíveis riscos de cibersegurança.

"Os investidores ficaram, e continuam, incrivelmente confusos com as comunicações da Comissão em torno da tão esperada e consequente decisão relativa aos ETFs de bitcoin. Os Estados Unidos têm os mercados de capitais mais profundos e líquidos do mundo e a estabilidade e a solidez são imperativas para que os investidores possam manter a sua confiança nos nossos mercados. É inaceitável que a agência encarregada de regular o epicentro dos mercados de capitais mundiais cometa um erro tão colossal", afirmaram.

Entre os questionamentos, os senadores querem saber se a SEC será obrigada a abrir uma investigação contra o próprio regulador e enviar informações e evidências para o Congresso ainda nesta semana, como definido por regras estabelecidas pela autarquia em 2023 para casos de ataques cibernéticos de empresas reguladas. A SEC ainda não se pronunciou sobre o tema.

Ainda entre os republicanos, o deputado Bill Huizenga, que preside o subcomitê de investigações e supervisão do mercado financeiro, questionou se o ataque "significa que podemos culpar uma “conta comprometida” a horrível criação de regras e a chamada 'regulamentação através da aplicação' da SEC ?".

Já a deputada republicana Ann Wagner disse que o caso "é uma clara manipulação de mercado que impactou milhões de investidores. Pretendo obter mais respostas do presidente Gensler sobre este incidente", sugerindo que a SEC ainda precisará dar mais detalhes sobre o ocorrido.

A senadora republicana Cynthia Lummis, conhecida por ser uma das maiores apoiadoras do mercado cripto, afirmou após o ataque que "anúncios fraudulentos, como o que foi feito nas redes sociais da SEC, podem manipular os mercados. Precisamos de transparência sobre o que aconteceu".

Seu colega de partido, o senador Bill Hagerty, ressaltou que "assim como a SEC exigiria a responsabilização de uma empresa se esta cometesse um erro tão colossal com impacto na movimentação do mercado, o Congresso precisa de respostas sobre o que acabou de acontecer. Isso é inaceitável".

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Família Kennedy apoia Biden em vez de Robert Kennedy Jr, que tenta ser 3ª via na eleição
Mundo

Família Kennedy apoia Biden em vez de Robert Kennedy Jr, que tenta ser 3ª via na eleição

Há 3 horas

Meu tio foi devorado por canibais, diz Biden; Casa Branca diz que não, entenda
Mundo

Meu tio foi devorado por canibais, diz Biden; Casa Branca diz que não, entenda

Há 5 horas

Banco do Brasil está entre maiores investidores institucionais do ETF de bitcoin da BlackRock
Future of Money

Banco do Brasil está entre maiores investidores institucionais do ETF de bitcoin da BlackRock

Há 8 horas

As dúvidas mais frequentes de visitantes na Disney, segundo ex-funcionária
Pop

As dúvidas mais frequentes de visitantes na Disney, segundo ex-funcionária

Há 12 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais