SEC tem conta hackeada e divulgação falsa de aprovação de ETFs de bitcoin

Comissão de Valores Mobiliários segue analisando solicitações de diversas gestoras para lançar opção de investimento inédita no país

ETFs de criptomoedas são a opção preferida de investidores profissionais (Reprodução/Reprodução)

ETFs de criptomoedas são a opção preferida de investidores profissionais (Reprodução/Reprodução)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 9 de janeiro de 2024 às 18h16.

Última atualização em 9 de janeiro de 2024 às 19h00.

O mercado de criptomoedas foi pego de surpresa nesta terça-feira, 9, por uma publicação na conta da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a SEC, afirmando que diversos pedidos de gestoras para o lançamento de ETFs de bitcoin teriam sido aprovados. Minutos depois, porém, o presidente da autarquia negou a informação.

Em uma publicação no X, Gary Gensler afirmou que "a conta da SEC foi comprometida e e um tweet não autorizado foi postado. A SEC não aprovou a listagem e negociação de produtos negociados em bolsa de bitcoin à vista".

Até então, o país não conta com nenhum fundo negociado em bolsa de preço à vista da criptomoeda, mas a aprovação era dada como certa no mercado há algumas semanas.

Entretanto, a expectativa de especialistas é que o regulador aprove mais de um pedido até o dia 10 de janeiro, data limite para a análise de uma solicitação da Arc Invest, gestora controlada por Cathie Wood e focada em novas tecnologias. Outros pedidos com aprovação esperada eram os das gestoras BlackRock - a maior do mundo - e Fidelity.

Na publicação já deletada após a invasão na conta, uma fala atribuída ao presidente da SEC, Gary Gensler informa que "a aprovação aumenta a transparência do mercado e dá aos investidores um acesso eficiente para investimentos em ativos digitais dentro de um ambiente regulado".

James Seyffart, analista de ETFs da Bloomberg, destacou que a linguagem do falso comunicado atribuído a Gensler foi "perfeitamente" adequada em relação ao estilo do presidente da SEC. "É exatamente como você esperaria que fosse redigido pela SEC. Ou foi um tweet em rascunho ou alguém é bom em imitar a linguagem da SEC", ressaltou.

Já Erick Balchunas, analista de ETFs da Bloomberg, afirmou que a empresa ainda espera uma aprovação dos pedidos na próxima quarta-feira, 10, com os fundos estreando no mercado no dia seguinte.

CORREÇÃO: Esta reportagem foi publicada anteriormente trazendo a informação sobre a aparente aprovação dos pedidos. Após a revelação do presidente da SEC, o conteúdo foi atualizado às 18h33 com a negativa sobre a aprovação.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Mais de Future of Money

Halving: agora que o evento já aconteceu, entenda como ele vai continuar impactando o bitcoin

Bitcoin pode ter "verão das finanças descentralizadas" após halving, diz gestora bilionária

Brasileiros investem R$ 28,7 milhões em fundos de cripto e ignoram queda internacional

Mineradores podem trocar bitcoin por inteligência artificial após halving; entenda

Mais na Exame