Future of Money

O vinho envelhece melhor no blockchain? Empresa quer redefinir o investimento em vinhos

Empresa está levando o mercado de vinhos finos de US$ 441 bilhões para o blockchain por meio da tokenização do Web3, com o objetivo de abrir novas oportunidades para investidores de todas as gerações

 (Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 11 de abril de 2024 às 09h30.

Tudo sobreBlockchain
Saiba mais

Em um esforço para redefinir o mundo do investimento em vinhos finos, um novo mercado Web3 visa abrir a próxima era de acessibilidade ao mercado.

A GrtWines, cofundada pelo ex-presidente da CLSA Jonathan Slone e pelo aclamado crítico de vinhos James Suckling, é uma plataforma digital que permite que colecionadores e investidores de vinhos vintage e finos tenham acesso ao mercado por meio da tokenização de ativos digitais.

  • Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta.

Cada certificado digital emitido está vinculado a uma garrafa real de vinho de qualidade de investimento, obtida diretamente de vinícolas prestigiadas. Eles são adquiridos diretamente de vinícolas renomadas e armazenados em condições ideais até estarem prontos para serem resgatados e entregues.

De acordo com dados da Statista, a indústria do vinho é um mercado multibilionário, com uma receita combinada de supermercados, lojas de conveniência, bares e restaurantes chegando a US$ 60 bilhões em 2024, apenas nos Estados Unidos.

Victor Yin, o CTO e cofundador da GrtWines, chamou a criação da plataforma de um "marco significativo" na maturação da indústria de ativos digitais e tecnologia blockchain, e uma nova forma de "democratizar" a indústria do vinho. Ele disse:

"Com o uso de contratos inteligentes, nós fortalecemos a prova de propriedade e procedência, aumentando efetivamente a transparência e segurança geral no persistente mercado de falsificações."
A plataforma está sendo lançada ao lado de sua primeira coleção, "The Jefferson Collection", que serve como uma homenagem a um dos entusiastas de vinho mais famosos da história, Thomas Jefferson.

Jonathan Slone, o CEO e cofundador da GrtWines, disse que como apreciador de vinhos, ele se sente apaixonado pela plataforma por preservar a rica herança dos vinhos enquanto constrói uma comunidade "transparente e conectada" impulsionada pelos consumidores. Ele disse:

"Ativos alternativos tradicionais, como vinhos bem envelhecidos, obras de arte finas e relógios de luxo, têm ganhado grande destaque entre os compradores mais jovens, servindo tanto como diversificação de portfólio quanto estilo de vida elevado."
Itens de luxo como um todo têm ganhado significativa tração como ativos tokenizados no blockchain nos últimos anos.

Exemplos podem ser vistos com a plataforma blockchain de marcas de luxo Arianee, que recentemente lançou uma camada 2 alimentada por Polygon CDK para emitir e gerenciar passaportes de produtos digitais para várias marcas e empresas de luxo.

Além disso, na indústria da moda, artistas finos, marcas de luxo e relojoeiros têm utilizado ativos on-chain como tokens não fungíveis (NFTs) para verificar propriedade, rastrear histórico de produtos e promover a comunidade.

Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Leia mais

Acompanhe tudo sobre:BlockchainVinhosWeb3

Mais de Future of Money

Ethereum bate recorde do ano frente ao real e atinge a cotação de R$ 20,6 mil após aprovação de ETFs

Criptomoedas meme ligadas a Donald Trump disparam até 150% após político defender setor

Argentina faz reunião com autoridades de El Salvador sobre adoção de criptomoedas

Anbima propõe novas regras para fundos investirem em criptomoedas

Mais na Exame