Future of Money

Mastercard e Standard Chartered anunciam teste de sistema de tokenização de depósitos

Empresas concluíram primeiro teste em rede de tokenização como parte de um sandbox criado pelos reguladores de Hong Kong

Tokenização tem ganhado espaço no mercado (Reprodução/Reprodução)

Tokenização tem ganhado espaço no mercado (Reprodução/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 17 de maio de 2024 às 09h30.

A Mastercard e o Standard Chartered de Hong Kong concluíram o primeiro teste em tempo real da Multi-Token Network da Mastercard, uma plataforma que permite a tokenização de ativos. As empresas realizaram um piloto de prova de conceito que tokenizou créditos de carbono dentro de um sandbox da Autoridade Monetária de Hong Kong (HKMA, na sigla em inglês).

No projeto, um cliente do banco virtual do Standard Chartered, o Mox Bank, depositou fundos no Mox e solicitou a compra de um crédito de carbono. O Mox solicitou que o Standard Chartered tokenizasse o crédito de carbono por meio do provedor de serviços de tokenização Libeara, lançado no braço de investimento da Standard Chartered, o SC Ventures.

Em seguida, o sistema da Mastercard tokenizou o depósito e uma troca atômica - uma transação em tempo real que ocorre em diferentes blockchains - entre os dois tokens foi realizada. A Mastercard lançou a Multi-Token Network em junho de 2023.

Ela foi construída na blockchain privada da Mastercard e teve testes anteriores em conjunto com o banco central da Austrália e o regulador de Hong Kong usando projetos piloto de moedas digitais de banco central (CBDCs, na sigla em inglês) e o regulador de Hong Kong. Nenhum dessas CBDCs está ativa no momento.

Sobre o teste mais recente, a diretora da Mastercard em Hong Kong e Macau, Helena Chen, disse: "À medida que o […] HKMA desenvolve ainda mais Hong Kong como um importante centro de ativos digitais, a Mastercard está totalmente comprometida em apoiar seus esforços para impulsionar a inovação financeira e o avanço do mercado de tokenização em Hong Kong".

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.  

O HKMA tem incentivado os bancos de Hong Kong, incluindo a filial do Standard Chartered, para que eles forneçam um melhor serviço para as corretoras de criptomoedas. O Standard Chartered também está envolvido no Projeto Ensemble do regulador, que está atualmente em desenvolvimento uma versão piloto para a criação de uma CBDC.

Além disso, o regulador de Hong Kong também está participando de um projeto de criação de um sistema de pontes entre blockchains com foco no uso internacional. O piloto da CBDC de Hong Kong iniciou sua segunda fase em março deste ano.

Já o banco HSBC e o Ant Group da China testaram transações de depósito tokenizadas em um sandbox da HKMA usando o blockchain próprio do Ant Group em novembro. O HSBC também oferece negociação de fundos negociados em bolsa de futuros de bitcoin e ether em Hong Kong, aprovados em abril.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:TokenizaçãoHong KongMasterCard

Mais de Future of Money

União Europeia vai apoiar projeto que usa blockchain para criar soluções de sustentabilidade

ETFs de Ethereum podem atrair US$ 10 bilhões e levar cripto à máxima histórica, diz analista

Show com Lauryn Hill e Mano Brown no Allianz Parque lança NFTs comemorativos

Governo da Alemanha conclui vendas de bitcoin e soma R$ 15 bilhões arrecadados

Mais na Exame