Acompanhe:

Fotos inéditas de Kobe Bryant são transformadas em NFTs e vão a leilão

Ação beneficente é parte das homenagens do 'Kobe Bryant Day' e pretende arrecadar dinheiro para a fundação criada pelo astro do basquete norte-americano

Modo escuro

Fotos inéditas de Kobe Bryant foram transformadas em NFTs e vão a leilão; receita será revertida para ONG do astro do basquete (Davis Factor/Divulgação)

Fotos inéditas de Kobe Bryant foram transformadas em NFTs e vão a leilão; receita será revertida para ONG do astro do basquete (Davis Factor/Divulgação)

G
Gabriel Rubinsteinn

Publicado em 24 de agosto de 2021, 13h16.

Última atualização em 24 de agosto de 2021, 13h19.

Fotos inéditas do lendário jogador de basquete da NBA, Kobe Bryant, foram transformadas em tokens não-fungíveis (NFTs) e colocadas em leilão nesta terça-feira, 24, dia em que é comemorado o "Kobe Bryant Day" em Los Angeles, cidade dos EUA onde o atleta passou toda sua carreira - a data faz referência aos números que ele utilizou como jogador - 8 e 24 -, e acontece um dia após a data do seu aniversário.

A coleção, chamada "Kobe", é composta por oito fotos do jogador que foram tiradas em 1999, quando o "Mamba Negra" tinha apenas 21 anos e estava há apenas três na NBA - ele ainda ficaria outros 17 anos na liga norte-americana de basquete, todos no Los Angeles Lakers, até sua aposentadoria em 2016.

Transformadas em NFTs, que são uma espécie de criptoativos, as fotografias serão leiloadas na plataforma Cryptograph e todo o valor arrecadado será revertido para a Mamba & Mambacita Sports Foundation, uma organização não-governamental que desenvolve programas ligados aos esportes em comunidades carentes.

Inicialmente chamada Mamba Sports Foundation, a instituição foi renomeada após o acidente que matou Kobe Bryant, sua filha Gianna e outras sete pessoas, em janeiro de 2020, para homenagear também a filha do atleta, que também jogava basquete e ostentava o apelido inspirado no do seu pai.

As fotos transformadas em NFT foram tiradas por Davis Factor, em Los Angeles, antes da carreira do astro decolar. "Acho que esse ensaio é especial porque é um dos seus primeiros ensaios de moda", disse o fotógrafo à Business Insider. "O objetivo desse drop [como são chamados os lançamentos de NFTs] dos NFTs de Kobe Bryant, para mim, é levantar o máximo de dinheiro possível para doar à sua instituição".

"Estou muito empolgado que o meu amigo Davis Factor tenha nos permitido imortalizar essas raras fotografias de Kobe Bryant e que esses NFTs ajudem a manter o seu legado a sua fundação", disse Tommy Alastra, cofundador da Cryptograph, também à publicação norte-americana.

Uma das personalidades mais admiradas nos EUA e também por fãs de basquete do mundo todo, o nome de Kobe Bryant costuma movimentar milhares de pessoas onde quer que apareça - dos modelos de tênis assinados por ele aos filmes e programas de TV que têm sua participação. Por isso, e considerando as cifras envolvidas na venda de outros NFTs de celebridades, a expectativa é que o montante arrecadado atinja a cifra de milhões de dólares.

O mercado de NFTs é um dos setores da indústria de criptoativos que mais tem ganhado popularidade nos últimos meses, movimentando cifras bilionárias todos os meses. Plataformas que utilizam a tecnologia têm conseguido atingir usuários em escala global, em diferentes frentes, como games como Axie Infinity, colecionáveis como o NBA Top Shot, criptoarte, em marketplaces especializados, entre outros.

Na segunda-feira, a Visa anunciou a compra do seu primeiro NFT, um CryptoPunk que será colocado na coleção de objetos e arte da empresa, cujos ítens são focados na história dos meios de pagamento. O pequeno desenho foi adquirido por mais de 800 mil reais.