Acompanhe:

O ETF de bitcoin lançado pela BlackRock se tornou o quinto maior fundo negociado em bolsa considerando o volume de investimentos recebidos no acumulado de 2024. Os dados foram divulgados pela Bloomberg Intelligence e confirmam o bom desempenho do produto desde sua estreia.

Os dados indicam que o ETF da BlackRock superou todos os fundos que oferecem algum tipo de exposição a criptomoedas, ficando atrás apenas de ETFs das empresas iShares e Vanguard que oferecem exposição ao índice S&P 500 e outros ativos no mercado de ações.

Ao todo, o ETF de bitcoin da BlackRock soma US$ 3,2 bilhões investidos em 2024. Já o líder da categoria é o iShares Core S&P 500 ETF, que teve US$ 13 bilhões investidos e acumula US$ 428 bilhões em ativos sob gestão. O segundo lugar ficou com o Vanguard 500 Index Fund ETF, com US$ 11,1 bilhões.

Outro ETF de bitcoin que apareceu no top10 de 2024 é o da Fidelity. O fundo acumula US$ 2,7 bilhões em investimentos, ocupando a oitava posição. Os outros ETFs lançados em 11 de janeiro ficaram de fora da lista, mas a maioria acumula saldo positivo, com exceção do ETF da Grayscale.

Em entrevista à EXAME em janeiro, o analista de ETFs da Bloomberg Eric Balchunas afirmou que os ETFs da criptomoeda acumulam "números ridículos" desde a estreia, elogiando o bom desempenho dos fundos e a capacidade de atrair investidores e capital, com performances de estreia acima da média.

O analista afirma que os ETFs de bitcoin já estão entre os "2% ou 3%" melhores do mercado e têm feito um "grande trabalho" para cumprir sua missão central: acompanhar o preço do ativo do fundo. Para ele, desvalorização do bitcoin após a aprovação não indica que os fundos falharam, já que eles continuam tendo "centenas de milhões de dólares em negociação diária e taxas muito baixas".

Balchunas pondera que a tendência é que o volume diário negociado nos ETFs "diminua um pouco com o passar do tempo". O ETF da BlackRock, por exemplo, já chegou a ultrapassar os US$ 400 milhões. "São números muito grandes, é difícil saber se eles vão conseguir manter. Os volumes deverão continuar saudáveis, mas não tão altos. Mesmo assim, é um desempenho muito bom para uma categoria tão nova".

O analista da Bloomberg destaca que os ETFs de bitcoin têm as duas características necessárias para manterem uma trajetória de ascensão: alto volume negociado e taxas baixas. "Qualquer pessoa remotamente interessada no bitcoin vai responder bem a isso. As pessoas vão entrar nos ETFs constantemente, e o volume vai se dividir entre os fundos", projeta.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Empresa lança título de dívida tokenizado de R$ 30 milhões em El Salvador
Future of Money

Empresa lança título de dívida tokenizado de R$ 30 milhões em El Salvador

Há 3 horas

Câmara dos Deputados vai realizar audiência pública sobre segregação patrimonial em cripto
Future of Money

Câmara dos Deputados vai realizar audiência pública sobre segregação patrimonial em cripto

Há 4 horas

Grandes investidores compram bitcoin “com desconto” e preço retoma US$ 70 mil; entenda
Future of Money

Grandes investidores compram bitcoin “com desconto” e preço retoma US$ 70 mil; entenda

Há 6 horas

SEC planeja processar Uniswap, maior corretora descentralizada de criptomoedas
Future of Money

SEC planeja processar Uniswap, maior corretora descentralizada de criptomoedas

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais